Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Credores do Cruzeiro aprovam plano de pagamento de Recuperação Judicial

Agora, a Associação Cruzeiro terá mais tempo e segurança fiscal para quitar as dívidas com os credores, que têm um valor aproximado...

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Plano de Recuperação Judicial é de responsabilidade da Associação, que contará com o suporte financeiro da SAF de Ronaldo - (Foto: Thomás Santos/Staff Images/Cruzeiro)

Os credores do Cruzeiro aprovaram, na noite dessa quarta-feira, 21 de junho, o plano de pagamento de Recuperação Judicial (RJ) elaborado pelo clube celeste. Apesar de ser uma responsabilidade da Associação, a RJ era uma das exigências da SAF de Ronaldo Fenômeno, que disponibilizará recursos para o pagamento de quase R$ 500 milhões em dívidas.

Houve, como necessário por lei, aprovação majoritária em todas as classes do plano: trabalhistas, garantia real, quirografários e microempresas. Veja como ficou a votação em cada uma delas e, em seguida, como funcionará o pagamento das dívidas:

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Classe I - Trabalhista

Publicidade

Votos sim: 185

Votos não: 71

Publicidade

Abstenção: 3

Classe II - Garantia Real

Publicidade

Votos sim: 2

Votos não: 0

Abstenção: 0

Classe III - Quirografários

Votos sim: 34

Votos não: 17

Abstenção: 3

Classe IV - Microempresas

Votos sim: 29

Votos não: 15

Abstenção: 0

No processo da RJ, a Classe I é prioritária na lista de pagamentos e indica os débitos trabalhistas do Cruzeiro. Sendo assim, o clube quitará os valores em até 150 salários mínimos e sem desconto ou carência. R$ 15 mil serão depositados em até três meses após a homologação e outros R$ 10 mil num prazo de seis meses, contados a partir de 21 de junho. O saldo restante, se houver, respeitará o limite de 150 salários mínimos e pode ser pago em um prazo de até três anos.

Para as Classes II e III, segunda e terceira na prioridade, respectivamente, a aprovação do plano também sinaliza que, caso o Cruzeiro efetue o pagamento das 12 primeiras parcelas corretamente, não será que pagar as outras seis parcelas. No entanto, o limite a ser pago corresponde a 75% daquilo quitado na classe acima, trabalhista, no caso.

Para pessoas jurídicas ou pequenas empresas, a Classe IV, a Raposa pagará R$ 40 mil em uma parcela única. O valor será depositado em até 12 meses a partir do dia 21 de junho. Em caso de saldo restante, o valor sofrerá um desconto de 75% e poderá ser quitado em nove parcelas anuais.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.