Corinthians perde para o CSA, chega a sete jogos sem vencer e sai do G6

Timão voltou a jogar mal e perdeu por 2 a 1 para o CSA, nesta quarta, no Rei Pelé. Time de Carille saiu da zona da Libertadores, enquanto CSA segue vivo na luta para sair do Z4


Em mais uma atuação ruim, o Corinthians perdeu para o CSA por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Rei Pelé, e chegou a sete jogos sem vencer no Brasileiro. Para piorar, com os resultados paralelos, o Timão, que ficou 45 pontos, saiu da zona de classificação para a Libertadores. Já o time alagoano chego aos 29 e se mantém vivo na luta contra o rebaixamento. Apodi e Ricardo Bueno marcaram para os donos da casa, enquanto Pedrinho descontou.

Os dois times voltam a campo no domingo. No Maracanã, o Corinthians encara o líder Flamengo, às 16h. Pouco depois, às 18h, o CSA visita o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

TABELA
> Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Timão apático
O Corinthians começou o jogo no Rei Pelé da mesma forma que tem atuado nas últimas rodadas: com muitos problemas na criação de jogadas e trocando passes sem conseguir ser agressivo. Enquanto o CSA esperava os erros do Timão para para contra-atacar, o time de Carille tocava a bola, principalmente na defesa e no meio, sem ameaçar a equipe da casa.

E foi mesmo em uma falha do Timão que o CSA conseguiu abrir o placar. Aos 24, Sonorza errou na saída de bola e Jonatan Gómez tocou para Apodi, que finalizou rasteiro, no canto de Cássio.

Gol com emoção
Após o gol marcado pelo CSA, a partida continuou no mesmo ritmo, com o Corinthians tocando a bola sem conseguir ameaçar. Ainda assim, o Timão conseguiu chegar ao empate no fim do primeiro tempo. Em uma jogada que começou com um lateral cobrado pela direita, Clayson cruzou, a zaga cortou mal e Pedrinho ficou com a sobra. O alagoano, que jogou no CSA até os 13 anos, chutou forte e marcou um bonito gol. Na comemoração, o atacante se emocionou e foi muito celebrado pelos companheiros de time.

Nem a bola parada salva...
Quando a fase não é boa, nem os pontos fortes de um time parecem colaborar. Foi o que aconteceu com Corinthians, no Rei Pelé. Aos 34 do segundo tempo, quando o jogo parecia se encaminhar para mais um modorrento empate sem muitas emoções, o CSA conseguiu o gol da vitória. Em cobrança de escanteio pela direta, Ricardo Bueno subiu entre Manoel e Gil e mandou no canto, sem chances para Cássio, garantindo os três pontos para os donos da casa e agravando o mau momento do Timão.

FICHA TÉCNICA
CSA 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data-Hora: 30/10/2019 - 21h30
Árbitro: Rafael Traci (SC) - Nota LANCE!: 6,0 - Não atrapalhou o andamento da partida.
Assistentes: Eder Alexandre (SC) e Jhonny Barros de Oliveira (SC)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (PB)
Público/Renda: Não divulgados.
Gramado: Bom.
Cartão amarelo: Jonatan Gómez, Ricardo Bueno, Luciano Castan, Euller e Dawhan (CSA); Danilo Avelar e Fagner (COR)
Cartão vermelho: -

GOLS: Apodi, 24'/1ºT (1-0), Pedrinho, 44'/2ºT (1-1); Ricardo Bueno, 34'/2ºT (2-1)

CSA: João Carlos; Celsinho, Alan Costa e Luciano Castan; Euller, João Vitor (Jean Cléber, 16'/2ºT), Dawhan (Alecsandro, 32'/2ºT), Jonatan Gómez e Apodi; Warley (Bustamante, 21'/2ºT) e Ricardo Bueno. Técnico: Argel Fucks.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso (Jadson, 38'/2ºT), Pedrinho e Sornoza (Mateus Vital, Intervalo); Clayson (Janderson, 27'/2ºT) e Gustagol. Técnico: Fábio Carille.