Lance Confederação de handebol anuncia pagamento de dívida de quase três anos com arbitragem

Confederação de handebol anuncia pagamento de dívida de quase três anos com arbitragem

Árbitros não recebiam desde o ano de 2018. Entidade também fala em reajuste das taxas de arbitragem do indoor e de praia, diminuindo defasagem de quase 12 anos sem aumento

Lance
Lance

Lance

Lance

A Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) anunciou que iniciou o pagamento da primeira parcela da dívida que a entidade tem com a arbitragem. Os árbitros não recebiam desde o ano de 2018. O anúncio foi feito por Ugor Correia, Diretor Financeiro.

> Veja as novas camisas dos clubes brasileiros pós-pandemia <

Nesta etapa de pagamento, além de encerrar as dívidas registradas de 2018, a CBHb ter quitado 25% dos valores dos anos seguintes (2019 e 2020), que totalizam cerca de R$ 200 mil, cumprindo um dos principais pontos assumidos pela nova gestão.

- Não é momento pra comemoração alguma, mas sim de agradecimentos aos árbitros que, mesmo sem receber há quase três anos, sempre se colocaram à disposição do handebol brasileiro para que os eventos acontecessem. Estamos apenas cumprindo com nossa obrigação - afirmou o presidente da CBHb, Felipe Rêgo Barros, o Casão.

Outro ponto ressaltado pelo presidente foi o reajuste das taxas de arbitragem do indoor e do handebol de praia, diminuindo a defasagem de quase 12 anos sem aumento.

- É uma valorização mais do que justa para este importante segmento, que nesta gestão merecerá todo respeito de nossa parte - concluiu Felipe Casão.

Últimas