Comissão de Atletas do COB tem 33 mulheres e 31 homens como candidatos. Veja quem são

Estão presentes no pleito ainda 13 medalhistas olímpicos e 25 modalidades. Votação começa na próxima segunda-feira

Lance

Lance

Lance

A eleição para a quarta formação da Comissão de Atletas do COB, para o ciclo Paris 2024, será realizada do dia 24, às 12h, ao dia 28, às 17h. São 64 candidatos, 33 mulheres e 31 homens, entre eles 13 medalhistas olímpicos, de 25 modalidades diferentes após a desistência formal de Moacir Zimmermann nesta quarta-feira. Podem votar todos os atletas olímpicos que tenham participado de pelo menos uma das últimas edições dos Jogos Olímpicos (Londres 2012, Sochi 2014, Rio 2016 e PyeongChang 2018). Confira abaixo todos os nomes.

As modalidades olímpicas representadas na eleição são 25. Com a saída de Zimmermann, os Desportos Aquáticos passaram a ser o esporte com mais concorrentes: 8. Completam a lista Atletismo (7), Handebol (7), Canoagem (4), Ciclismo (4), Ginástica (4), Basketball (3), Tiro Esportivo (3), Voleibol (3), Remo (2), Rugby (2), Taekwondo (2), Triathlon (2), Vela (2), Boxe (1), Desportos no Gelo (1), Desportos na Neve (1), Hipismo (1), Hóquei sobre grama (1), Judô (1), Levantamento de pesos (1), Pentatlo Moderno (1), Tênis (1), Tênis de mesa (1) e Wrestling (1).

Serão eleitos os 25 integrantes da Comissão, sendo 21 atletas olímpicos que tenham participado de alguma das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno (Sochi 2014 e PyeongChang 2018) ou de Verão (Londres 2012 e Rio 2016) e outros quatro que tenham participado exclusivamente de Jogos anteriores a 2012. Haverá um recorte para garantir a equidade de gênero entre os eleitos, já que serão escolhidos os 10 homens e 10 mulheres mais votados, além do campeão de votos. Existe ainda um limite máximo de dois atletas por esporte.

Cada eleitor terá, obrigatoriamente, três votos. Um para um candidato do sexo feminino que tenha participado de uma das duas últimas edições de Jogos Olímpicos de Inverno ou Verão. Para esse voto, são 31 opções. O segundo voto será em um candidato do sexo masculino que tenha disputado Londres 2012, Sochi 2014, Rio 2016 ou PyeongChang 2018. Para essa escolha, foram confirmados 21 candidatos. Por fim, haverá o voto para eleger um atleta olímpico que tenha participado exclusivamente de Jogos Olímpicos anteriores a 2012. São 12 candidatos, sendo 10 homens e duas mulheres.

A Comissão de Atletas tem como objetivos estabelecer um ambiente de discussão e oferecer sugestões, recomendações ou informações sobre quaisquer assuntos relacionados com o Movimento Olímpico; representar os direitos e interesses dos atletas Olímpicos; incentivar a presença feminina no esporte; e apoiar o desenvolvimento da educação dos jovens através do esporte, dentre outros.

A CACOB tem a responsabilidade de examinar questões relativas aos Atletas Olímpicos; manter contato constante com outras Comissões de Atletas Nacionais e Internacionais; apresentar sugestões nas questões referentes ao controle de dopagem; fazer indicação para eleição da Comissão de Atletas do COI; além de elaborar o relatório anual da Comissão de Atletas e divulgar suas deliberações e ações em andamento para toda a comunidade esportiva.

VEJA QUEM SÃO OS CANDIDATOS

1) Candidatas que tenham participado de alguma das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno (Sochi 2014 e PyeongChang 2018) ou de Verão (Londres 2012 e Rio 2016)

Poliana Okimoto
Modalidade: Natação/Maratona Aquática
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: "Continuar o trabalho que temos feito na CACOB, representar e defender os direitos dos atletas."

Yane Márcia Campos da Fonseca Marques
Modalidade: Pentatlo Moderno
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: "Pretendo continuar no time CACOB, pois a experiência tem sido muito gratificante ao perceber o tamanho da contribuição que demos e temos potencial para continuar dando para o esporte brasileiro. "

Beatriz Futuro Mühlbauer
Modalidade: Rugby 7
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Fui integrante da última gestão, onde aprendi muito, e acredito que posso continuar colaborando para o crescimento da CACOB e ajudar nesta transição do novo grupo. ”

Kelly Santos Müller
Modalidade: Basquete
Participação em Jogos Olímpicos: Sydney 2000, Atenas 2004 Pequim 2008 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Expandir a cultura do esporte entre as crianças e jovens; conscientizar os atletas sobre seus papéis sociais e políticos e manifestar ao COB as necessidades e anseios dos atletas.”

Silvia Helena Araújo Pinheiro Pitombeira
Modalidade: Handebol
Participação em Jogos Olímpicos: Londres 2012
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Contribuir de maneira efetiva com a minha experiência para o desenvolvimento da minha modalidade, o handebol.”

Eduarda Amorim Taleska
Modalidade: Handebol
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “É uma honra fazer parte dessa Comissão. Gostaria de continuar contribuindo no que precisar, representando atletas, me engajando e trazendo sugestões de melhorias para o esporte e para nossa classe.”

Lucianne Barroncas Maia
Modalidade: Polo Aquático
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Olá, sou a Lucianne Barroncas, fui atleta profissional de natação e polo aquático. Hoje atuo como treinadora e gostaria de me candidatar para auxiliar na evolução nos esportes aquáticos do Brasil.”

Pâmella Nascimento de Oliveira
Modalidade: Triatlo
Participação em Jogos Olímpicos: Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Para que minha modalidade possa ter mais representatividade e visibilidade dentro do Comitê Olímpico.”

Jaqueline Antonia Ferreira
Modalidade: Levantamento de Peso
Participação em Jogos Olímpicos: Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Quero ajudar minha modalidade a crescer no âmbito nacional e levar a voz dos atletas ao COB.”

Natália Azevedo Gaudio
Modalidade: Ginástica Rítmica
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Faço parte da Comissão de Atletas da CBG desde 2017 e estou me formando em Direito. Quero continuar representando os atletas do Brasil e seguir lutando pelos nossos direitos, agora com maior alcance!”

Tamires Morena de Araujo Frossard
Modalidade: Handebol
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Tenho muita sede em ver a progressão do esporte, poder ajudar e fazer parte de lutar pelo esporte!”

Sarah Gabrielle Cabral de Menezes
Modalidade: Judô
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “O motivo é proporcionar conforto, estrutura e organização para a modalidade. Entender o processo e o planejamento para alcançarmos o pódio olímpico.”

Fernanda Nunes Leal Ferreira
Modalidade: Remo
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Sou atleta desde os 12 anos e cresci alimentada pelos valores do esporte. Desejo contribuir com os atletas do meu país ouvindo e levando suas, nossas vozes para a gestão do Comitê Olímpico do Brasil”

Luisa Nunes Porto Borges
Modalidade: Nado Artístico
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Acredito na mudança e na voz ativa dos atletas como ferramenta para impulsionar o esporte olímpico. A partir da transparência, farei de tudo para mediar e promover os interesses dos atletas.”

Lígia Santos da Silva
Modalidade: Tênis de mesa
Participação em Jogos Olímpicos: Sydney 2000, Atenas 2004 e Londres 2012
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Sei da minha importância dentro da família mesatenista. Evoluir sempre.”

Natália Falavigna Silva
Modalidade: Taekwondo
Participação em Jogos Olímpicos: Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Deixar uma contribuição que vai além somente da minha modalidade e continuar o movimento de engajamento conquistado pelos atletas no ambiente da gestão para o desenvolvimento sustentável do esporte.”

Alexandra Priscila do Nascimento Martinez
Modalidade: Handebol
Participação em Jogos Olímpicos: Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Porque acredito na mudança e quero ajudar!”

Ana Sátila Vieira Vargas
Modalidade: Canoagem slalom
Participação em Jogos Olímpicos: Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Acho que é um papel muito importante para os atletas brasileiros terem voz, expor sua opinião e experiência em prol do desenvolvimento do esporte brasileiro, lado a lado com o Comitê Olímpico.”

Iziane Castro Marques
Modalidade: Basquete
Participação em Jogos Olímpicos: Atenas 2004 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Representar os atletas olímpicos no Comitê Olímpico do Brasil (COB), de acordo com a missão e visão da comissão de atletas e seus valores, fortalecendo o Olimpismo e disseminando os valores olímpicos”

Joselane Rodrigues dos Santos
Modalidade: Freestyle aerials ski
Participação em Jogos Olímpicos: Sochi 2014
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “A ligação que o esporte tem na minha vida, desde a infância, e trajetória que me fez chegar no ponto mais alto de um atleta. Poder dividir e ajudar os atletas em sua carreira através do COB é importante”

Aline da Silva Ferreira
Modalidade: Wrestling
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Quero contribuir para a melhora do esporte brasileiro.”

Barbara Seixas de Freitas
Modalidade: Vôlei de Praia
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Tentar fornecer minha contribuição em prol do esporte, atletas e suas organizações, da forma mais ética e dedicada possível, tendo sempre em mente os valores olímpicos.”

Jaqueline Mourão
Modalidade: Ciclismo Mountain Bike
Participação em Jogos Olímpicos: Atenas 2004, Turim 2006, Pequim 2008, Vancouver 2010, Sochi 2014 e Pyeongchang 2018
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Compartilhar os valores olímpicos, lutar por condições igualitárias no esporte e ainda estreitar esta comunicação entre atletas de esportes especializados e o COB será um imenso prazer.”

Adriana Aparecida da Silva
Modalidade: Atletismo
Participação em Jogos Olímpicos: Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Através da Comissão de Atletas do COB pretendo dar minha contribuição para o fortalecimento do esporte através da experiência que tive como atleta.”

Fabiana de Almeida Murer
Modalidade: Atletismo
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Eu fiz parte da Comissão de Atletas do COB nos últimos 4 anos e adquiri bastante experiência para ajudar os atletas a serem ouvidos e terem melhores condições de treinar e buscar bons resultados.”

Jade Fernandes Barbosa
Modalidade: Ginástica artística
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Atleta olímpica há mais de 20 anos, sou apaixonada por todos os esportes e preocupada com esta estrutura de trabalho e desenvolvimento humano. Com bom relacionamento, pretendo ajudar com minha experiência”

Cisiane Dutra Lopes
Modalidade: Atletismo
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Dediquei 25 anos da minha vida a ser atleta e desde a minha iniciação sabia que queria poder transformar a vida de jovens através do esporte, por isso quero estar na Comissão de Atletas do COB.”

Janice Gil Teixeira
Modalidade: Tiro Esportivo
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Na minha visão de atleta desde sempre é preciso seguir o trabalho feito até aqui em prol do esporte, com a mesma garra de quando participei da primeira competição. Trabalho é a única solução.”

Isabel Marques Swan
Modalidade: Vela
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008 e Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Estou me recandidatando por acreditar na força do atleta e na necessidade de uma boa representatividade. Acredito que venho fazendo um bom trabalho junto a Comissão. Faço parte da CA PanAm e vou somar”

Vanessa Cozzi de Castro
Modalidade: Remo
Participação em Jogos Olímpicos: Rio 2016
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Quero retribuir ao esporte todos os ensinamentos, valores e conquistas. E através da Comissão de Atletas poderei contribuir de alguma forma.”

Ana Luiza Ferrão Souza Lima
Modalidade: Tiro Esportivo
Participação em Jogos Olímpicos: Londres 2012
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Dar uma contribuição para o desenvolvimento do esporte olímpico no meu país.”

2) Candidatos que tenham participado de alguma das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno (Sochi 2014 e PyeongChang 2018) ou de Verão (Londres 2012 e Rio 2016)

Gilvan Bitencourt Ribeiro
Modalidade: Canoagem Velocidade
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Acredito que posso somar na construção de melhorias para o nosso sistema esportivo nacional, tendo em vista a minha experiência de vinte anos como atleta profissional. Acredito na força dos atletas!”

Juan Nogueira
Modalidade: Boxe
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Sempre tive uma ótima relação com todos do COB, já fui indicado ao Prêmio Brasil Olímpico e tenho vontade de participar mais de perto dos assuntos pertinentes ao COB e representar o boxe.”

Diogo André Silvestre da Silva
Modalidade: Taekwondo
Participação nos Jogos: Atenas 2004 e Londres 2012
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Sempre defendi que o atleta é parte da organização esportiva, não somente nos resultados de medalhas, mas também em sua gestão. Minha candidatura vem para reforçar o processo democrático da CACOB.”

Jonathan Riekmann
Modalidade: Atletismo
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Ser um representante dos atletas que defenda os interesses da classe e do esporte em geral. Ampliar a interlocução com a comunidade atlética durante todo o mandato, aproximando os atletas do COB.”

Arthur Nabarrete Zanetti
Modalidade: Ginástica Artística
Participação nos Jogos: Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Quero estar integrado na comissão de atleta para a evolução do esporte no Brasil, trabalhar para que um dia o país seja uma grande potência olímpica e formar grandes cidadãos.”

Ruy Leme Da Fonseca Filho
Modalidade: Hipismo
Participação nos Jogos: Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Com participação em 2 Jogos Olímpicos como atleta, 1 como técnico de Portugal (Atenas) e 5 medalhas Pan-americanas, 4 por equipe e 1 uma individual, posso contribuir com a experiência ao Brasil”

Bruno Prada
Modalidade: Vela
Participação nos Jogos: Londres 2012
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Já sou presidente da comissão de atletas da CBVela, sou empresário que trabalha com eventos esportivos e sempre fui defensor da representação dos atletas nas decisões do esporte.”

Bruno da Silveira Mendonça
Modalidade: Hóquei Sobre Grama
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Representar os atletas no âmbito nacional, sendo o canal entre os atletas e o COB, buscando ouvir suas demandas e esclarecer as necessidades que forem apresentadas.”

Murilo Antonio Fischer
Modalidade: Ciclismo
Participação nos Jogos: Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Naturalmente contribuir com o desenvolvimento das disciplinas olímpicas e formação de novos atletas.”

Rodrigo Santana
Modalidade: Voleibol
Participação nos Jogos: Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Retribuir tudo aquilo que o esporte me proporcionou para novos atletas”

Edson Luques Bindilatti
Modalidade: Bobsled
Participação nos Jogos: Salt Lake City 2002, Turim 2006, Sochi 2014 e Pyeongchang 2018
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Estou me candidatando pois sei o quão distante estão as federações e confederações dos atletas, que sempre acabam ficando em segundo plano.”

Thiagus Petrus Gonçalves dos Santos
Modalidade: Handebol
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Poder ajudar os atletas das diferentes modalidades e ser um elo entre o COB e os atletas, levando suas inquietudes e necessidades para que possam se preparar e ter condições para competir.”

Francisco Carlos Barretto Junior
Modalidade: Ginástica Artística
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Olá, sou Chico Barretto. Primeiro, é uma honra poder estar me candidatando, quero poder fazer parte da comissão e com isso poder agregar valores e experiência que obtive em mais de 20 anos de carreira.”

Gideoni Rodrigues Monteiro
Modalidade: Ciclismo
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Após 17 anos dedicados ao ciclismo, pude conquistar uma vaga olímpica e vivenciar os desafios do esporte no Brasil. Como forma de gratidão, quero integrar a comissão e acrescentar ao esporte brasileiro.”

Lucas Rodrigues Duque
Modalidade: Rugby 7
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Participar de um grupo seleto de pessoas que visa ajudar e valorizar a vida do atleta, além de representar a minha modalidade, o rugby, que tem valores intrínsecos que se aproximam dos valores olímpicos.”

Ronilson Matias de Oliveira
Modalidade: Canoagem Velocidade
Participação nos Jogos: Londres 2012
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Representar os atletas e estabelecer comunicação e ideias relacionadas a competições, direitos, interesses para o crescimento da classe de atletas em geral, apoiando as ações em prol das modalidades.”

Gustavo de Freitas Guimarães
Modalidade: Polo Aquático
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Interesse em ajudar o desenvolvimento do esporte no Brasil. Levar a voz dos atletas à alta administração do esporte nacional.”

Roberto Maehler
Modalidade: Canoagem Velocidade
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Oportunidade de ser ouvido pelos órgãos esportivos, apresentar os pontos a serem melhorados, onde as instituições normalmente erram com os atletas e apoiar os jovens a realizarem seus sonhos.”

Fabiano Peçanha
Modalidade: Atletismo
Participação nos Jogos: Pequim 2008 e Londres 2012
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Seguir sendo o membro mais presente da Comissão, sempre comprometido com a importância do cargo, fundamentado das responsabilidades e buscando sempre atender aos 4 principais objetivos da Comissão.”

Thiago Machado Pereira
Modalidade: Natação
Participação nos Jogos: Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Candidato-me a reeleição com o intuito de buscar novas oportunidades aos atletas dentro e fora do esporte e dar continuidade ao trabalho que gerou conquistas inéditas na representatividade dos atletas.”

Emerson Duarte
Modalidade: Tiro Esportivo
Participação nos Jogos: Rio 2016
Por que se candidatar à Cacob?
Resposta: “Acredito que com minha experiência adquirida nestes últimos 4 anos consigo contribuir sobremaneira para dar continuidade ao trabalho da atual Comissão, que tanto evoluiu em prol dos atletas do Brasil.”

3) Candidatos que tenham participado exclusivamente de Jogos anteriores a Londres 2012

Eduardo Aquiles Fischer
Modalidade: Natação
Participação em Jogos Olímpicos: Sydney 2000 e Atenas 2004
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Auxiliar os atletas nas demandas de melhores condições de preparação e treinamentos, além de participar na divulgação do Olimpismo na base e na formação de novos atletas.”

Tonny Magalhães Azevedo
Modalidade: Ciclismo
Participação em Jogos Olímpicos: Barcelona 1992
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Por ter aprendido o verdadeiro espírito Olímpico e querer fazer algo a mais pelo esporte, em especial o ciclismo. Tive a honra de servir como voluntário nos Jogos do Rio 2016. “

Joana Amorim Cortez dos Santos
Modalidade: Tênis
Participação em Jogos Olímpicos: Sydney 2000
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Tenho o esporte como minha paixão. Acredito na diversidade de uma equipe, no trabalho em conjunto e no potencial do atleta brasileiro. Gosto de estudar o esporte dentro e fora das quadras.”

Jefferson Dias Sabino
Modalidade: Atletismo
Participação em Jogos Olímpicos: Pequim 2008
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Acredito que representatividade dos atletas não pode ser limitada a um seleto grupo, que tem grande visibilidade na mídia, podemos e devemos representar todos os níveis de atletas.”

Hortência de Fátima Marcari
Modalidade: Basquete
Participações em Jogos Olímpicos: Barcelona 1992 e Atlanta 1996
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Estou desde a formação da primeira Comissão e já adquiri uma excelente experiência. Essa mistura de experiência com a juventude, acredito ser o ideal. Tenho muito a agregar para essa galera jovem!!”

Adalberto Pereira da Silva Nascimento
Modalidade: Handebol
Participações em Jogos Olímpicos: Atenas 2004
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Incentivar e fomentar o esporte entre os jovens! Um amplo apoio às mulheres. Melhores condições de treinamento para nossos atletas.”

Ricardo Prado
Modalidade: Natação
Participações em Jogos Olímpicos: Moscou 1980 e Los Angeles 1984
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Quero colaborar com o esporte olímpico brasileiro. Tenho décadas de experiência como atleta medalhista olímpico e gestor esportivo. Fui o presidente do Conselho de Atletas do Comitê Organizador Rio 2016.”

Franco José Vieira Neto
Modalidade: Vôlei de Praia
Participações em Jogos Olímpicos: Atlanta 1996
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Colaborar com o desenvolvimento do esporte brasileiro, além da troca de experiências.”

Paulo Rogério Moratore
Modalidade: Handebol
Participações em Jogos Olímpicos: Barcelona 1992 e Atlanta 1996
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Hoje sou empresário e Presidente da Federação Paulista de Handebol, tenho muito interesse em estar mais próximo do COB para poder contribuir com toda a minha experiência para melhoria do esporte.”

Carlos Eduardo Carvalho
Modalidade: Polo Aquático
Participação em Jogos Olímpicos: Los Angeles 1984
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Acho que minha carreira como atleta, técnico, gestor e, principalmente, minha conduta ao longo de 40 anos de atividade numa modalidade pouco reconhecida no país, me faz crer que reúno condições para tal.”

Juraci Moreira Junior
Modalidade: Triatlon
Participações me Jogos Olímpicos: Sydney 2000, Atenas 2004 e Pequim 2008
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Após disputar 4 ciclos olímpico sendo atleta de rendimento, agora ‘aposentado’ das competições, quero representar os atletas nesta comissão, pois acredito que minha experiência pode ajudar muito.”

Clodoaldo Lopes do Carmo
Modalidade: Atletismo
Participações em Jogos Olímpicos: Barcelona 1992 e Atlanta 1996
Por que se candidatar à CACOB?
Resposta: “Fui aos últimos 3 Jogos Olímpicos como treinador. Atualmente trabalho diretamente com atletas, na gestão de uma equipe. Assim, gostaria de contribuir e defender os interesses dos atletas no COB.”