Comentarista da Fox Sports detona fala de Renato: 'Polêmica burra'

Felippe Facincani aproveitou as discussões que esquentam a decisão de semifinal entre Grêmio e Flamengo, na Liberta, para criticar declarações do técnico do Imortal

Lance

Lance

Lance

Mais um comentarista esportivo decidiu se envolver na polêmica que tem esquentado a decisão brasileira na semifinal da Libertadores entre Grêmio e Flamengo. Foi a vez de Felippe Facincani opinar, nesta terça-feira, durante o programa Rádio Fox Sports, da emissora esportiva. Fellipe detonou as últimas declarações do técnico do Imortal, Renato Gaúcho, que teria desqualificado o treinador do Rubro-Negro, Jorge Jesus.

- Para você valorizar o seu trabalho, não precisa depreciar o outro. Muito menos outro trabalho de um estrangeiro que vem aqui com honestidade para trabalhar. Esses caras não vem fazer qualquer tipo de bagunça, querem aparecer, crescer sob os outros. Muito pelo contrário! Não há a menor necessidade do Renato como vencedor e merecido que é... Não existe. É uma polêmica burra - opinou ele.


O treinador e ídolo gremista concordou que o Flamengo vem atuando em bom nível, mas cutucou o rival português, desqualificando seus títulos vencidos em terras europeias. "Só dois ou três títulos portugueses. E saiu de Portugal, foi para a Arábia. Ele nunca treinou fora de Portugal um grande clube na Europa. Nunca conquistou nada e está com 65 anos", disse Renato.

Felippe Facincani ainda complementou sua avaliação sobre o pré-jogo, que contou com polêmicas do presidente do Grêmio, Romildo Bolzan.


- Acho que o Renato pode fazer polêmica valorizando o próprio trabalho. Pode fazer de outra forma. É deselegante, não precisa tirar o mérito do outro trabalho para aumentar o seu. Argumente com inteligência dentro daquilo que você sabe fazer de melhor.

Os times duelam por uma vaga na final desta edição da Copa Libertadores em jogos de ida e volta. No dia 2 de outubro, o Tricolor gaúcho recebe o time carioca, na Arena, assim como o jogo no Maracanã acontecerá no dia 23. Quem vencer as partidas terá ainda que bater River Plate e Boca Juniors, ambos da Argentina, na final para levantar a tão sonhada taça.