Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com vendas acima do esperado, Palmeiras apresenta superávit nos primeiros quatro meses de 2023

Verdão apresentou os números acumulados de seu balanço até abril, mas prevê mais algumas negociações de jogadores

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

O Palmeiras disponibilizou em seu site oficial o balanço financeiro dos quatro primeiros meses deste ano. O resultado do clube foi acima do esperado para o período e fechou com R$ 13,7 milhões de superávit, que foram potencializados pelos R$ 104 milhões arrecadados com venda de jogadores. Receita essa que também ficou acima do orçado, mas não deve impedir outras saídas ao longo de 2023.

+ Veja tabela da Copa do Brasil-2023 clicando aqui

No orçamento do Verdão para esses quatro primeiros meses do ano (janeiro a abril), a previsão era de que haveria um déficit de pouco mais de R$ 1 milhão. Ou seja, superou as expectativas com certa folga. A explicação para isso está nas receitas, uma vez que o clube arrecadou R$ 57,7 milhões a mais do que projetou para o período. Ao todo, o Alviverde faturou R$ 293,5 milhões contra R$ 235,8 milhões que havia orçado.

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Publicidade

A principal receita no período foi a de negociação de atletas, que atingiu R$ 104,2 milhões. Embora o clube não especifique em seus documentos publicados, o dinheiro é referente, entre outras coisas, a uma das parcelas da venda de Endrick ao Real Madrid-ESP, e da venda de Danilo ao Nottingham Forest-ING. Para esses primeiros quatro meses do ano, o orçamento previa R$ 91 milhões em vendas.

O Palmeiras ainda espera arrecadar mais um pouco com negociação de jogadores. No orçamento anual, o clube prevê R$ 182 milhões em vendas. Ou seja, até o fim do ano, ainda quer trazer uma receita de cerca de R$ 80 milhões com transferências. Assim, é natural que uma peça do elenco seja negociada nesta temporada a fim de "fechar" essa conta.

Publicidade

Outras receitas do Verdão nesse período foram: R$ 47,2 milhões com direitos de transmissão, R$ 42,4 milhões com publicidade e patrocínio, R$ 21,2 milhões com arrecadação do clube social, R$ 18,9 milhões com a arrecadação dos jogos e R$ 17,5 milhões do Avanti (sócio-torcedor). Isso sem contar os R$ 14,9 milhões em premiações referentes às conquistas do Paulistão e da Supercopa.

+ Abel 'Rústico'? Treinador português dá uma de Rony em treino do Palmeiras

Publicidade

Se destrincharmos o balanço mês a mês, veremos que o Alviverde teve superávit em janeiro e abril, e déficit em fevereiro e março. Em janeiro, o lucro contábil foi de R$ 64,6 milhões, já em fevereiro o prejuízo foi de R$ 36,6 milhões, em março o prejuízo foi de R$ 20,3 milhões e em abril o lucro foi de R$ 6 milhões. Isso tudo resulta nos R$ 13,7 milhões acumulados no período.

De acordo com o orçamento do Palmeiras, a previsão é de que o clube arrecade R$ 704 milhões em receitas neste ano de 2023 e atinja um superávit de R$ 13,8 milhões. Diante do que foi o resultado desse primeiro quadrimestre, o clube pode fechar a temporada com um lucro ainda maior do que o orçado.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.