Lance Com show de Miguelito, Santos empata com o Corinthians e conquista o Paulistão Sub-20

Com show de Miguelito, Santos empata com o Corinthians e conquista o Paulistão Sub-20

Joia boliviana do Peixe marcou duas vezes e confirmou título encaminhado no jogo de ida

Lance
Lance

Lance

Lance

Não tem como o torcedor do Santos deixar de se empolgar com a atuação do atacante Miguelito na final do Campeonato Paulista. Com dois gols, a revelação boliviana do Peixe foi o destaque do empate em 2 a 2 com o Corinthians, na tarde deste sábado (12), na Vila Belmiro, que garantiu o título paulista sub-20 aos santistas.

+ Saiba quem foi o artilheiro de cada edição de Copa do Mundo

O Alvinegro Praiano já havia construído uma boa vantagem no jogo de ida, em Barueri, na semana passada, quando ganhou por 2 a 0. Portanto, o placar agregado da decisão ficou em 4 a 2 para os Meninos da Vila.

PEIXE COMEÇA COM TUDO

O Santos começou com tudo e nos primeiros cinco minutos chegou com perigo duas vezes contra a meta corintiana, ambas em jogadas construídas pela dupla Ivonei e Miguelito.

Aos nove da etapa inicial, o clube da casa abriu o placar em uma jogada que começou e terminou com Miguelito. Ele roubou a bola a favor do Peixe e serviu Fernandinho, que finalizou, mas a bola desviou na zaga e voltou para o boliviano tirar do goleiro Kauê.

TIMÃO CRESCE E EMPATA

Após o gol, o jogo ficou morno e, aos poucos, o Corinthians foi crescendo até chegar ao empate aos 41 minutos do primeiro tempo. Pedro aproveitou o cruzamento de Kayke, pela direita, e a furada de Arthur Souza na primeira tentativa.

VIRADA CORINTIANA

O segundo tempo começou com os dois times criando chances, mas foi o Timão, para dar uma pitada de tempero na decisão, que virou. Aos 11 minutos, o zagueiro Murillo deu uma de armador e enfiou de três dedos para o meia Matheus Araújo, que teve frieza para colocar no fundo da rede.

Precisando de um gol para igualar o placar agregado, o Timão foi para cima. Aos 13 minutos, novamente Murillo deu uma de armador, partiu em contra-ataque e deixou Biro em ótimas condições, mas a finalização do meia foi desviada e se perdeu na linha de fundo.

MIGUELITO DE NOVO

Contudo, para frear o ímpeto corintiano, o Santos respondeu rapidamente, e novamente com Miguelito. Aos 18 da etapa final, o Victor Michell levou até a linha de fundo, o goleiro Kauê afastou parcialmente, mas Miguel Terceros chegou para empatar novamente o jogo.

Miguelito ainda cavou a expulsão do zagueiro Murillo, que vinha fazendo uma grande partida pelo Timão na decisão.

No fim do jogo, o Peixe quase conseguiu marcar o terceiro, com Ivonei, que deixou a marcação corintiana no chão, encheu o pé, mas acertou a trave.

Últimas