Lance Com o retorno de Jajá, Cruzeiro busca sair do Z4 do Brasileiro Feminino diante do Napoli-SC

Com o retorno de Jajá, Cruzeiro busca sair do Z4 do Brasileiro Feminino diante do Napoli-SC

A zagueira teve um grave problema físico e desfalcou o elenco por cinco meses, tendo alguns minutos de jogo na derrota para o Avaí Kindermann

Lance
Lance

Lance

Lance

Recuperada de lesão, a zagueira Jajá foi uma das novidades na partida do Cruzeiro, na quarta-feira, 12 de maio, contra o pelo Avaí Kindermann, quando foi derrotado por 3 a 1, fora de casa.

Agora, junto com o elenco das Cabulosas, está focada no próximo desafio, domingo, 16 de maio, às 17h, contra o Napoli-SC, no Sesc Venda Nova, válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1, em busca da reabilitação e sair do Z4;

A zagueira de 26 anos sofreu lesão meniscal bilateral no joelho esquerdo e passou os últimos quase 5 meses em tratamento. Jajá, que tem 30 partidas disputadas pelo Cruzeiro no Brasileirão Feminino e marcou dois gols, se machucou no dia 10 de outubro de 2020, data em que as Cabulosas venceram o Minas Brasília, por 2 a 0, em casa, no estádio das Alterosas.

Apesar da última derrota, o Cruzeiro segue firme na disputa e visa a vitória em casa para a recuperação no Campeonato.

-Temos a consciência da importância e da responsabilidade que enfrentaremos para fazer o nosso papel dentro de casa. Sabemos que o Napoli virá bastante competitivo, pois, assim como a gente, elas também precisam da vitória para sair da situação que se encontram. Mas, mesmo assim nós vamos para cima, vamos correr até o apito final, vamos dar o nosso melhor, e, o que já havíamos fazendo, vamos fazer mais ainda para conseguir trazer um resultado positivo, fazer o nosso papel como mandante, e representar ainda mais esse grande clube que é o Cruzeiro- disse Jajá.

Com agenda apertada, o elenco realizou apenas dois treinos locais para acertar a preparação para o jogo contra o Napoli-SC. E confiança é a palavra definida pela zagueira como ingrediente que falta para alcançar os objetivos.

-Estamos trabalhando muito todos os dias, viemos jogando bem, mas os resultados não mostram o que estamos fazendo, como temos treinado e o que temos feito nas atividades da semana. Acho que mais confiança entre nós jogadoras é o que falta mesmo para engatarmos uma vitória e em seguida trazermos bons resultados- finalizou.

As Cabulosas estão na 13ª colocação, com cinco pontos em sete jogos, a cinco do oitavo colocado, a Ferroviária, último time na zona de classificação à fase de mata-mata do Brasileiro. O Napoli é o lanterna, com apenas três pontos.

Últimas