Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com jejum de vitórias, Atlético-MG vive sua pior sequência desde 1992

Felipão garantiu a vaga nas oitavas da Libertadores, mas não teve bons resultados no Brasileirão

Lance|

Lance
Lance Lance

O Galo foi derrotado pelo Palmeiras na noite da última quarta-feira (2) por 1 a 0, no Mineirão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Com isso, o time completou 10 jogos em jejum de vitórias, algo que não acontecia há 31 anos, antes de se tornar campeão da Copa Conmebol.

Em 1992, na temporada em que foi campeão da Copa Conmebol, o Atlético-MG permaneceu por 10 jogos sem uma vitória, entre eles sete derrotas e três empates, todos pelo Campeonato Brasileiro, onde enfrentou grandes nomes da época, como o Vasco, de Bebeto e Edmundo, e o Goiás, de Túlio Maravilha. O time só quebrou a sequência ruim em um clássico com o Cruzeiro, por 2 a 0.

Já em 2023, a fase ruim teve início no último jogo comandado por Coudet, um empate contra o Red Bull Bragantino. Mesmo com a entrada de Felipão, o Galo ainda não conquistou nenhuma vitória.

+ VÍDEO: Gol e melhores momentos de Atlético-MG e Palmeiras

Publicidade

Luiz Felipe Scolari conseguiu garantir a vaga do Atlético-MG nas oitavas de final da Copa Libertadores, com um empate por 1 a 1 contra o Libertad, do Paraguai, mas teve uma queda significante na tabela do Brasileirão.

O Atlético-MG terá dois jogos importantes pela semana. A equipe vai enfrentar o São Paulo no domingo (6), no Morumbi, pela 17° rodada do Brasileirão, e o Palmeiras na quarta-feira (9), pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, no Allianz Parque. Com isso, o Galo vai prolongar sua estadia na capital paulista para evitar o desgate causado pela viagem, e também para manter a equipe unida. O time mineiro retorna a Belo Horizonte após a partida pela Libertadores.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.