Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Com grande público nas finais, NBB testemunha crescimento do basquete no Brasil

No embalo da NBA, modalidade também tem atraído público mais jovem

Lance

Lance|Do R7


Lance
São Paulo e Franca disputam o título do NBB na temporada 22/23 (Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net)

O arremesso de três pontos do ala David Jackson, do Franca, no lance derradeiro do jogo 3 da final do NBB, no último sábado (3), garantiu que a equipe do interior passasse à frente do São Paulo na série. Com o placar de 2 a 1 favorável, o Franca, que saiu derrotado no primeiro jogo e venceu os dois últimos, pode se sagrar bicampeão caso vença nesta quinta-feira (8). Já o Tricolor busca a vitória para forçar o quinto jogo e seguir na briga pelo título inédito.

A disputa entre o atual campeão Franca e o São Paulo, que está em sua segunda final de NBB em quatro anos de projeto, é marcada pelo bom público nos jogos. No Morumbi, o Tricolor colocou assentos móveis para atingir a capacidade mínima exigida de 4.000 lugares e viu os ingressos esgotarem-se para as duas partidas que recebeu. No Ginásio do Pedrocão, em Franca, o público também foi alto no primeiro jogo da série. Para o quarto duelo, os ingressos esgotaram-se em menos de duas horas após a abertura das vendas.

+ Quem sai da lista: Jokic ou Butler? Confira 16 jogadores sem título da NBA

Em meio à alta adesão dos torcedores neste ano, a liga nacional ainda deve ter a maior edição da história na próxima temporada. Até o momento, 20 equipes já foram inscritas – a atual edição teve 17. Tradicionais na modalidade, as três novas equipes que estarão de volta à disputa do título são Botafogo, Mogi das Cruzes e Vasco da Gama.

Publicidade

Com projeto voltado para o desenvolvimento de novos talentos nas categorias de base, o Cruz-Maltino, que anunciou a retomada do time de basquete, é parceiro do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). A associação, que também é parceira oficial da NBB, apoia financeiramente as agremiações que atuam na formação de atletas. Os dois finalistas, por exemplo, jogam com o logo do CBC estampado nos uniformes e figuram entre os melhores colocados no ranking de clubes da entidade, que considera o desempenho nas principais competições do Brasil. Enquanto o Franca é o líder do ranking, o São Paulo ocupa a quarta colocação.

- Para chegar à final de um torneio nacional, que é o ápice da trajetória esportiva, é necessário que seja feito um trabalho a longo prazo, que se inicie com o investimento na preparação de atletas desde as categorias de base. É o caso tanto do Franca como do São Paulo, que agora estão colhendo merecidamente os frutos deste planejamento - avalia o presidente do CBC, Paulo Maciel.

Publicidade

Outro fator que impulsiona o basquete no Brasil é o crescimento do consumo da NBA. Segundo um estudo divulgado em outubro de 2022 pela Sports Value, empresa especializada em marketing esportivo e em ativações, os fãs da competição internacional triplicaram de 2013 até o período atual. De 20 milhões, o número saltou para cerca de 60. Além disso, o relatório ainda aponta que o Brasil transformou-se no segundo maior mercado do NBA League Pass no mundo, atrás somente dos Estados Unidos.Astros da geração, Stephen Curry e LeBron James impulsionaram a NBA no Brasil (Foto: Ezra Shaw / AFP)

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

Publicidade

Ações desenvolvidas para fãs da liga também têm sido recorrentes para consolidar a modalidade em solo brasileiro. É o caso da NBA House, estrutura temática montada no Shopping Eldorado, em São Paulo. Com expectativa de receber 44 mil pessoas nas primeiras semanas de junho, datas das finais da NBA, a organização da atração espera um público 10% maior em comparação com 2022. Outra ação para os fãs realizada na capital paulista é a quadra de basquete inaugurada no parque Vila Lobos, na última sexta-feira (2), pela startup portuguesa Hoopers, em ação em parceria com a a NBA Station – projeto de revitalização de quadras.

- Ativações desse tipo são fundamentais porque colocam os fãs no centro de toda a experiência -, avalia o CEO da Hoopers, André Costa.

As finais das principais ligas de basquete do Brasil e dos Estados Unidos estão sendo disputadas paralelamente. Enquanto, no Brasil, o Franca vence o São Paulo por 2 a 1, nos Estados Unidos, o Denver Nuggets está à frente do Miami Heat pelo mesmo placar. No NBB, o jogo 4 da decisão será realizado nesta quinta-feira, às 17h30, enquanto na NBA será disputado no dia seguinte, às 21h30 (de Brasília).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.