Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Com falha de goleira, Holanda bate África do Sul e avança para as quartas de final da Copa do Mundo Feminina

Jill Roord, artilheira da equipe, abriu o placar na etapa inicial; Beerensteyn aproveitou erro de Kaylin Swart e ampliou...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Jill Roord celebra o primeiro gol do duelo (Foto: FRANCK FIFE / AFP)

Na noite de sábado para domingo, a Holanda bateu a África do Sul por 2 a 0, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo Feminina. Aos nove da primeira etapa, Jill Roord abriu o placar marcando de cabeça; já aos 23 do segundo tempo, Lineth Beerensteyn bateu de longe e contou com um frangaço da goleira Daphne van Domselaar para fechar a conta.

+ Confira todas as informações da Copa do Mundo Feminina

Com o resultado, a Holanda garantiu vaga nas quartas de final e enfrentará a Espanha, que atropelou a Suíça neste sábado e venceu por 5 a 1. Já a África do Sul, que chegou ao mata-mata do Mundial pela primeira vez em sua história, deu adeus à competição.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Veja os cinco principais lances do confronto

!USANDO A ESPECIALIDADE! A fortíssima bola aérea holandesa trouxe frutos logo no começo do jogo. Aos oito minutos, Sherida Spitse bateu escanteio na primeira trave e Lieke Martens se abaixou para cabecear em direção ao gol. Ramalepe tentou o corte, mas a bola acabou espirrando e a artilheira da Holanda, Jill Roord, aproveitou Swart no chão para só testar com a baliza aberta e inaugurar o marcador

Publicidade

!NA VELOCIDADE! O primeiro lance de perigo da África do Sul aconteceu logo depois do gol. Thembi Kgatlana fez o facão em contra-ataque e recebeu lindo passe de Seoposenwe. A rápida atacante ameaçou o chute e deixou van der Gragt para trás. No segundo momento, bateu firme com a perna direita, obrigando Daphne van Domselaar a saltar para tocar com a ponta dos dedos e evitar o gol.

!PÁREO DURO! A melhor chance das africanas foi criada nos acréscimos da metade inicial. Em erro de saída de bola das europeias, Kholosa Biyana achou Kgatlana livre em velocidade. A camisa 11 saiu cara a cara com Van Domselaar, mas parou no braço direito da arqueira. A capitã ainda teve um lance novamente pelo lado esquerdo, mas com menos ângulo e menos liberdade, a goleira salvou novamente. O rebote ainda foi de Shongwe, que bateu de primeira, mas Daphne voou para encaixar em linda defesa.

!ATRAVÉS DAS LINHAS! No começo da segunda etapa, veio o segundo. Beerensteyn fez jogada pela direita e achou Pelova no meio da zaga. A camisa 17 cruzou no meio e Martens, com muita inteligência, girou sobre Ramalepe e bateu entre as pernas de Swart para ampliar. Porém, o gol foi anulado por impedimento de Pelova na origem da jogada.

!PRESENTAÇO! Aos 23 da metade final, a Holanda contou com uma grande ajuda para aumentar. Em saída rápida de contra-ataque, Martens dominou com estilo e lançou para Beerensteyn. A camisa 7 arriscou o chute mesmo de longe e podendo carregar além, mas Kaylin Swart, que vinha fazendo ótima Copa do Mundo, acabou engolindo um frangaço e cedeu o segundo das europeias.

+ Com emoção! Japão sofre susto, mas bate Noruega e garante vaga nas quartas de final da Copa do Mundo Feminina

Como foi o primeiro tempo?

A primeira etapa começou com um momento de pressão da África do Sul, que mostrou o seu cartão de visitas na velocidade de suas atacantes. Porém, foi a Holanda quem abriu o placar, usando a fortíssima jogada aérea para marcar com Jill Roord, que chegou a quatro gols na competição. O restante do primeiro tempo teve uma forte criação das Banyana Banyana, mas a goleira Daphne van Domselaar estava em dia inspirado e fez ótimas defesas para evitar o empate no intervalo.

E a segunda etapa?

A Holanda voltou mais forte, levando mais perigo, e foi premiada com um lindo gol de Martens, que seria anulado por impedimento de Victoria Pelova, que deu o passe para o gol. Se o mérito próprio levaria à anulação, a sorte sorriria para Lineth Beerensteyn, que marcou após um frango de Swart. Depois do segundo gol, que aconteceu aos 23 minutos, foi só controlar o confronto e esperar o tempo passar. A África, apesar de ter um time bom, sofreu com duas substituições na primeira etapa e não pôde reagir com clareza, vendo o sonho das quartas passar.

Como ficou a situação das equipes?

A África do Sul fez história ao chegar nas oitavas de final e vencer seu primeiro jogo na história da competição, mas deixa a Copa sem alcançar o sonho das quartas. Já a Holanda avança em busca de sua segunda final seguida - foi vice para os Estados Unidos em 2019 - e terá pela frente a Espanha de Alexia Putellas, melhor jogadora do mundo, na próxima fase do mata-mata.

+ Atropelo! Espanha goleia Suíça e avança para as quartas de final da Copa do Mundo Feminina

FICHA TÉCNICA

Holanda 2x0 África do Sul

Data e horário: sábado, 5 de junho de 2023, às 23h (de Brasília)

Local: Allianz Stadium, em Sydney (AUS)

Arbitragem: Yoshimi Yamashita (árbitra); Makoto Bozono e Naomi Teshirogi (auxiliares); Hyeon-Jeong Oh (quarta árbitra); Carol Anne Chenard e Abdulla Al-Marri (VAR)

Público: 40.233 presentes

Cartões amarelos: Danielle van de Donk (HOL)

Gols: Jill Roord, aos 9', e Lineth Beerensteyn, aos 68' (HOL)

HOLANDA (Técnico: Andries Jonker)

Daphne van Domselaar; Sherida Spitse, Stefanie van der Gragt e Dominique Janssen; Jackie Groenen, Victoria Pelova (Lynn Wilms), Jill Roord (Katja Snoeijs), Esmee Brugts (Kerstin Casparij) e Danielle van de Donk (Damaris Egurrola); Lineth Beerensteyn e Lieke Martens (Jill Baijings)

ÁFRICA DO SUL (Técnica: Desiree Ellis)

Kaylin Swart; Lebohang Ramalepe, Bambanani Mbane (Tiisetso Makhubela), Noko Matlou e Karabo Dhlamini; Bongekla Gamede e Hildah Magaia (Noxolo Cesane); Kholosa Biyana, Linda Motlhalo (Melinda Kgadiete) e Jermaine Seoposenwe (Wendy Shongwe); Thembi Kgatlana

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.