Com acesso privilegiado, Ronaldinho recebeu ligação de Puyol na prisão, diz jornal

Ex-jogador continua preso na capital paraguaia e não deve ser liberado, no mínimo, até o domingo de Páscoa

Lance

Lance

Lance

Perto de completar um mês preso em Assunção, capital do Paraguai, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho teria recebido uma ligação de um de seus melhores amigos de dentro da penitenciária. Segundo o jornal 'El Mundo', o ex-companheiro de Barcelona Puyol fez uma ligação para falar com o brasileiro e checar como ele estava.

Segundo a reportagem, Ronaldinho e seu irmão Assis possuem acesso a celulares para se comunicarem com amigos e familiares. Antes da proibição de visitas por conta do coronavírus, o ex-atleta também tinha acesso privilegiado aos seus advogados e amigos, como o ex-zagueiro Gamarra.

Depois de passar o seu aniversário de 40 anos no último dia 21, a tendência é que Ronaldinho e Assis permaneçam na prisão até, no mínimo, o domingo de Páscoa no dia 12 de abril. A justiça do Paraguai corre em ritmo lento por conta da crise do COVID-19, diminuindo o número de audiências e atrasando alguns casos.

Enquanto isso, Ronaldinho se distrai com a bola de futebol. Depois de receber uma festa com direito a churrasco dos presidiários, ele vem passando o tempo jogando futevôlei com os companheiros de cela. Recentemente, disputou um amistoso de futsal e destruiu o jogo, contribuindo com 5 gols e 6 assistências para a vitória de 11 a 2 do seu time.

Ronaldinho e Assis foram presos no dia 6 de abril quando usaram passaportes falsos para entrar na capital Assunção para realizar um evento de caridade de um lançamento de um livro em uma ONG.