Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Colômbia bate Coreia do Sul com facilidade em estreia na Copa do Mundo Feminina

Catalina Usme e Linda Caicedo balançaram as redes ainda na primeira etapa de partida

Lance|

Lance
Lance Lance

A Colômbia venceu a Coreia do Sul por 2 a 0, em sua estreia no grupo H da Copa do Mundo Feminina. Ainda na primeira etapa, Catalina Usme, em cobrança de pênalti, e Linda Caicedo balançaram as redes para dar a vitória às sul-americanas.

+ Confira todas as informações da Copa do Mundo Feminina

Com o resultado, as colombianas ficaram na segunda colocação, com três pontos e dois gols de saldo, enquanto a Coreia ficou em terceiro, com zero pontos. Nos extremos da chave, estão Alemanha e Marrocos, que se enfrentaram em duelo que terminou com passeio das germânicas por 6 a 0.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Veja os cinco principais lances do confronto

!QUERENDO JOGO! A primeira ação perigosa da partida foi da Coreia do Sul. Aos 7 minutos, em lançamento pelo alto de Shim Seo-Yeo, a camisa 11 Choe Yu-Ri ganhou na disputa aérea. Daniela Arias tentou cortar com o calcanhar, mas ajeitou para a atacante asiática, que viu a bola oferecida e bateu forte de esquerda, obrigando a arqueira Catalina Pérez a cair para salvar as colombianas.

Publicidade

!COM EXPERIÊNCIA! Aos 27 minutos da primeira etapa, após cruzamento de Bedoya, a Colômbia emendou uma blitz na área coreana. Arias tentou o domínio, Carabalí ajeitou para trás e Usme bateu forte, mas parou na defesa coreana. Leicy Santos pegou a sobra e bateu de voleio, mas não acertou em cheio. A terceira bola foi de Ramírez, que soltou uma bomba e viu a bola bater no braço de Shim Seo-Yeo. Pênalti que Usme cobrou com maestria, deslocando a goleira. A maior artilheira da história da Colômbia deu seu cartão de visitas.

!UMA JOIA COM SORTE! Nove minutos depois, foi a vez de Linda Caicedo fazer seu nome. A promessa de 18 anos, em sua primeira Copa do Mundo mostrou personalidade ao arrancar pela esquerda com muita velocidade, cortar para a perna direita e bater na direção do gol. O chute não foi dos melhores, mas a goleira Yoon Young-Geul acabou se enrolando e falhando feio, cedendo o segundo gol das sul-americanas.

Publicidade

!QUE TRAMA! Aos 35 da segunda etapa, Ramírez ganhou da marcação asiática e fez grande jogada pelo lado direito, arrancando em velocidade. A camisa 9 brecou e achou Usme no meio. A experiente centroavante usou a inteligência e fez um belo corta-luz para Caicedo. A jovem arrastou para a direita e bateu forte, mas foi travada pela marcação.

!POR POUCO! Muito participativa na partida, Ramírez estava louca para deixar sua marca no placar. Aos 92 de partida, quase conseguiu. Em bate-rebate rondando a área coreana, a camisa 9 conseguiu pegar a sobra e ter frieza para o domínio. Buscando o canto direito da goleira adversária, a atacante arriscou um chute colocado, mas parou em boa defesa de Yoon Young-Geul.

Como foi o primeiro tempo?

O começo foi de um certo domínio da Coreia do Sul, que usufruiu de duas bolas alçadas para a frente para levar perigo ao gol colombiano. Porém, à medida que os minutos passavam, a intensidade asiática diminuía, o que facilitou o jogo da Colômbia para encaixar. A pressão no campo ofensivo surtiu efeito e gerou o gol de pênalti de Catalina Usme, maior artilheira da seleção, e da joia Linda Caicedo, que teve personalidade para arrancar sozinha e contou com uma ajuda da goleira adversária para dar números finais à metade inicial.

E a segunda etapa?

O segundo tempo foi um pouco mais morno do que o primeiro. A Colômbia apenas controlava as ações e a Coreia não apresentava poder ofensivo terrestre, apostando muito mais nos lançamentos e jogadas aéreas. As escapadas em contra-ataques com Caicedo foram a válvula de escape das sul-americanas, mas a rede não voltaria a balançar. Vitória consistente e sem sustos da equipe de Nelson Abadía, que hoje foi comandada pelo assistente Angelo Marsiglia devido a uma suspensão de dois jogos ao treinador.

Como ficou a situação das equipes?

Com a vitória, a Colômbia ficou na segunda colocação do grupo H, com três pontos e dois de saldo. A Alemanha lidera após atropelar o lanterna Marrocos por 6 a 0 na estreia, confirmando o favoritismo. A Coreia do Sul está na terceira posição, com zero pontos e -2 de saldo.

+ Com facilidade, Alemanha goleia Marrocos e confirma favoritismo na Copa do Mundo feminina

FICHA TÉCNICA

Colômbia 2x0 Coreia do Sul

Data e horário: segunda-feira, 24 de julho de 2023, às 23h (de Brasília)

Local: Allianz Stadium, em Sydney (AUS)

Arbitragem: Rebecca Welsh (árbitro); Natalie Aspinall e Anita Vad (auxiliares); Marianela Araya (quarta árbitra); Drew Fischer e Armando Villarreal (VAR)

Público: 24.323 presentes

Cartões amarelos: Carolina Arias e Manuela Vanegas (COL); Lim Seon-Joo e Shim Seo-Yeon (CDS)

Gols: Catalina Usme, aos 30', e Linda Caicedo, aos 39' (COL)

COLÔMBIA (Treinador: Angelo Marsiglia)

Catalina Pérez; Carolina Arias, Jorelyn Carabalí, Daniela Arias e Manuela Vanegas; Lorena Bedoya e Daniela Montoya (Diana Ospina Garcia); Linda Caicedo, Leicy Santos (Marcela Restrepo) e Mayra Ramírez; Catalina Usme

COREIA DO SUL (Treinador: Colin Bell)

Yoon Young-Geul; Choo Hyo-Joo (Moon Mi-Ra), Kim Hye-Ri, Lim Seon-Joo, Shim Seo-Yeon e Jang Sel-Gi; Lee Geum-Min, Ji So-Yun e Cho So-Hyun (Park Eun-Sun); Son Hwa-Yeon (Kang Chae-rim) e Choe Yu-Ri (Casey Phair)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.