Lance Clubes mineiros repudiam decisão do MP de Santa Catarina no caso do estupro de Mariana Ferrer

Clubes mineiros repudiam decisão do MP de Santa Catarina no caso do estupro de Mariana Ferrer

Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG se posicionaram, afirmando que estupro não é culpa da vítima e  que não existe estupro culposo, quando não há intenção de praticar o crime

Lance
Lance

Lance

Lance

Os três grandes clubes de Minas Gerais, Atlético-MG, América-MG e Cruzeiro se manifestaram de forma direta, repudiando o parecer do MP de Santa Catarina, que afirmou que o empresário André de Camargo Aranha cometeu estupro culposo, quando não há intenção de praticar o crime, contra a influencer Mariana Ferrer, de 23 anos.

O trio mineiro postou em suas contas nas redes sociais manifestações pedindo justiça para Mariana após a bizarra decisão da Justiça catarinense, que na figura do juiz Rudson Marcos, da 3ª Vara Criminal de Florianópolis, aceitou a tese esdrúxula do Ministério Público.

O magistrado disse em seu despacho que “não há como impor ao acusado a responsabilidade penal, pois, repetindo um antigo dito liberal, ‘melhor absolver cem culpados do que condenar um inocente’”.

Nas mensagens, Galo, Raposa e Coelho são claros ao dizer que estupro não é culpa das vítimas e ainda que não existe estupro culposo, uma “invenção” judicial brasileira, pois o crime de “estupro culposo” sequer aparece na legislação brasileira, O empresário foi absolvido no caso.

Últimas