Lance Ciclismo: Mais uma vitória italiana no Giro da Itália

Ciclismo: Mais uma vitória italiana no Giro da Itália

A etapa 2 teve o triunfo de Diego Ulissi. Ele bateu, no sprint final, o ídolo Peter Sagan. Liderança permanece com o vencedor da etapa 1, o também italiano Filippo Ganna

Lance
Lance

Lance

Lance

A segunda etapa do Giro da Itália, neste domingo, entre Alcamo e Agrigento, (149km) tinha jeitão de vitória da fuga, mas ela acabou interceptada e a chegada foi uma corrida de sprinters. Quem levou a melhor foi o italiano Diego Ulissi, da Emirates, que travou um emocionante duelo com o eslovaco Peter Sagan (Bora) e o venceu por uma bike, com o tempo de 3h24min08s, o mesmo de Sagan e do dinamarquês Mikkel Honoré, logo atrás, mas que não teve forças para buscar a vitória.

Com os resultados da segunda etapa, a liderança (Maglia Rosa) está com Filippo Ganna, da Ineos, que foi o vencedor da primeira etapa (contrarrrelógio) e manteve a vantagem para o português João Almeida (Quick-Step), 22s atrás.


Dos favoritos ao título, Geraint Thomas aparece em terceiro lugar geral (23s atrás do líder) enquanto Vicenzo Nilbali é apenas o 31 colocado 1m29s atrás. Embora a diferença pareça longa, vale citar que os dois lideres não são montanhistas e logo terão os seus tempos pulverizados.

Peter Sagan, que amarga um ano sem vitória em etapas do ciclismo estrada, ao menos teve uma alegria. O segundo lugar o coloca na liderança entre os velocistas (Maglia Azzurra).

A terceira etapa, nesta segunda-feira, é de montanha (Enna-Etna, 150km) com possibilidade de vitória de algum dos favoritos da classificação geral e uma possibilidade de Nibali - idolo local em vencedor do Giro em 2013 e 2016 - subir muito na classificação.

Últimas