Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Chelsea x Wolves: polícia prende três homens por gritos homofóbicos no jogo da Premier League

Em comunicado, Wolverhampton confirma prisões e condena atos discriminatórios de torcedores

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

Em comunicado emitido neste sábado, o Wolverhampton confirmou que três torcedores foram presos por cantos homofóbicos proferidos durante a partida contra o Chelsea, disputada no mesmo dia no Estádio Molineux. As ofensas foram repudias pelos dois clubes e pela Premier League.

No comunicado, o Wolverhampton afirma que "a homofobia, como toda forma de discriminação, não tem lugar no futebol e na sociedade, e ter comportamento discriminatório é cometer um crime". O clube também prometeu colaborar com a polícia nas investigações.

+ Barcelona pode vender brasileiro, Ancelotti na mira de gigante europeu… O Dia do Mercado!

Logo após o apito final do jogo deste sábado, o Chelsea emitiu um comunicado repudiando os cantos homofóbicos ouvidos durante a partida. O clube londrino prometeu "trabalhar próximo ao Chelsea Pride (organização de torcedores LGBTQ+ dos Blues) e à comunidade do futebol em geral para erradicar esses cantos vis do nosso jogo".

Publicidade

+ Jornal espanhol revela a única pessoa que visita Daniel Alves na prisão com frequência

O duelo entre as duas equipes pelo Campeonato Inglês terminou com vitória do Wolverhampton por 1 a 0, com gol marcado pelo brasileiro naturalizado português Matheus Nunes. Esse foi o primeiro jogo com Frank Lampard de volta ao comando do Chelsea, cargo que deve ocupar apenas até o final da temporada. Os Blues continuam em má fase dentro da Premier League e ocupam apenas a 11ª posição na tabela.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.