Lance CBB aponta erro no placar de Brasil e Austrália, no Pré-Olímpico de basquete

CBB aponta erro no placar de Brasil e Austrália, no Pré-Olímpico de basquete

Seleção Brasileira ainda fará mais dois jogos no torneio Pré-Olímpico

Lance
Lance

Lance

Lance

O Brasil perdeu para a Austrália na estreia do Pré-Olímpico de basquete feminino. A Confederação Brasileira de Basquete (CBB), no entanto, aponta que houve um erro na contagem dos pontos da partida. De acordo com a entidade, a seleção australiana teve um ponto a mais do que realmente marcou.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

O erro teria acontecido no momento em que o Brasil vencia a partida por 52 a 51. A australiana Bec Allen anotou uma cesta de dois pontos, os árbitros de quadra sinalizaram a pontuação real. Mas, os mesários e a transmissão marcaram três pontos. O erro não altera o placar final concretamente. Mas o andamento da partida foi afetado por conta desse erro, uma vez que as estratégias mudam de acordo com o placar de momento.

A CBB publicou na manhã desta sexta-feira (9), uma nota oficial sobre o ocorrido. No comunicado, a entidade destaca que o erro foi percebido pela comissão técnica do Brasil, que reclamou com a arbitragem sobre o lance. Além disso, o pronunciamento ainda reitera que a a equipe brasileira foi até os árbitros protestar pela alteração no placar - que acabou não acontecendo.

O Brasil ainda tem dois confrontos pela frente na competição, contra Sérvia e Alemanha. A vaga nos Jogos Olímpicos de Paris dependem da vitória em ambos as partidas restantes no quadrangular. O próximo jogo da Seleção Brasileira é contra a Sérvia, no sábado (10), às 20h, no horário de Brasília.

VEJA O LANCE

CONFIRA A NOTA OFICIAL DA CBB

"A Confederação Brasileira de Basketball (CBB) lamenta e repudia o erro de direito ocorrido na primeira rodada do Pré-Olímpico feminino de basquete FIBA, durante o confronto entre Brasil e Austrália, no Ginásio Mangueirinho, em Belém do Pará.

O Brasil vencia o jogo por 52 a 49, com pouco mais de seis minutos para o fim. A Austrália diminuiu para 52 a 51, em bola de dois pontos. Na sequência do duelo, a Seleção cometeu falta de ataque e na posse seguinte, a Austrália colocou mais uma bola de dois pontos, o que deixaria o placar em 52 a 53. Na súmula e no placar do ginásio, exposto para todas as atletas e público, foi exibido 52 a 54 para as australianas.

O Banco do Brasil reclamou. A torcida presente também percebeu o erro. Na transmissão da ESPN, no Brasil, narrador e comentarista também citaram o erro, que não foi corrigido em momento algum.

Ao fim do jogo, a diretoria da CBB foi até a mesa para fazer o protesto, solicitando no mínimo a alteração do ponto, o que não ocorreu por parte da mesa, sendo mantido o placar final em 60 a 55.

O erro pode não ter mudado o placar final do duelo, mas é límpido que alterou a dinâmica dos minutos finais do jogo, mexeu psicologicamente com a equipe e, diante de uma competição tão forte, organizada e importante, valendo vaga olímpica em Paris 2024, não poderia de fato nenhum ocorrer, pois na disputa também por saldo, qualquer ponto faz a diferença. 

Protestamos junto à FIBA, acionamos o departamento jurídico da CBB para tomar as medidas cabíveis e esperamos uma resposta à altura da entidade maior do basquete mundial."

Últimas