Lance ‘Casamento de filosofia’ definiu acerto com Red Bull Bragantino, diz técnico

‘Casamento de filosofia’ definiu acerto com Red Bull Bragantino, diz técnico

Felipe Conceição admitiu que a forma com que vê futebol e o aplica foi fundamental nas conversas que definiram a sua contratação pelo clube durante a disputa do Paulistão

Lance
Lance

Lance

Lance

Na última quarta-feira, o técnico Felipe Conceição participou de uma live com o projeto Futclass para falar sobre tática, modelos de jogo e mentalidade do futebol. No bate-papo, o treinador admitiu que a forma com que vê futebol e o aplica foi fundamental nas conversas que definiram a sua contratação pelo Red Bull Bragantino.

Segundo ele, a filosofia global já implantada na empresa em todos os seus clubes “casou” com o que pensava para a equipe paulista.

- Um clube-empresa como o Red Bull, que já tem sua filosofia de jogo, ajuda demais. Foi assim que me contrataram. Com a filosofia do jogo que querem, encontraram um brasileiro que se encaixe. Isso faz parte do projeto da Rede, não só do clube brasileiro. Eu acho que o clube empresa, com essa facilidade da gestão mais profissional sem muita influência política - disse Felipe Conceição, que completou:

- O Red Bull tem um diretor-técnico geral. Recebi um vídeo com a filosofia do clube, mas também conversamos muito sobre ela no processo de contratação. Tenho minhas ideias que se encaixam com as do clube. Eles gostaram muito do que viram quando vieram aqui, entenderam o motivo de ser parecido com o que eles fazem. O resultado de um processo você vê nos jogos, estamos bem alinhados com eles querem.

Desde a sua chegada ao Red Bull Bragantino, Felipe Conceição comandou a equipe em oito jogos. E, neste período, a equipe do interior paulista teve a melhor campanha do campeonato estadual, com cinco vitórias, um empate e apenas duas derrotas. O treinador, porém, faz questão de ressaltar que não um modelo de jogo ideal e que todos podem ser vencedores se o processo for bem feito.

- Não acredito em um modelo de jogo único que ganhe sempre, tanto que o Guardiola não ganha sempre. Está aí o Klopp também para mostrar que pode ser campeão jogando de outra forma, entre outros exemplos. É ilusão dizer que tem uma maneira de jogar que vá ganhar sempre. Precisamos valorizar todos os modelos de jogo. Há bons trabalhos em todos os modelos. Cada um tem de ser respeitado, e cada um precisa ser analisado pelo processo e pela forma que constrói isso em sua equipe - concluiu.

Últimas