Lance Carioca de 16 anos se emancipa e chega a 'time dos sonhos' no Free Fire

Carioca de 16 anos se emancipa e chega a 'time dos sonhos' no Free Fire

Felipe passou a ser conhecido como Pai da Fac e disputou o primeiro campeonato de Free Fire

Lance
Lance

Lance

Lance

O jovem Felipe Bandeira era mais um adolescente carioca que vivia na comunidade de Olaria, no Rio de Janeiro. Mas como muitos de seus ex-vizinhos e amigos, ele não optou por esportes convencionais ou brincadeiras na rua. Logo aos 13 anos, Felipe passou a ser conhecido como Pai da Fac e disputou o primeiro campeonato de Free Fire.

Três anos depois, ele já se emancipou dos pais e assinou o primeiro contrato profissional: o de integrante da Fluxo, equipe criada em 2021 para disputar a Liga Brasileira de Free Fire. A organização é gerida pelos maiores nomes do cenário, como Nobru, Cerol e Japa.

"Eu realizei um sonho, me mudei para São Paulo e hoje jogo ao lado dos maiores do Brasil. Consegui dar tudo para minha família, como carro, casa, tudo. E faço o que mais gosto", disse Bandeira.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Lance

Foto: Divulgação

Ainda em 2021, o Free Fire passou a ter como embaixador mundial o astro do futebol Cristiano Ronaldo e mobilizou 80 milhões de pessoas, segundo a Garena, criadora do jogo online.

Nas redes sociais, Pai da Fac já soma mais de 3 milhões de seguidores e atua também como streamer, modalidade de quem transmite os próprios jogos. Nessa função, o e-atleta também se sustenta.

"Hoje em dia passar o dia jogando é minha profissão porque além de treinar, preciso fazer as lives e é de onde vem minha maior fonte de renda. Graças a Deus consigo fazer isso com prazer, com boas pessoas e tenho tido um carinho especial do público. Cada vez mais crianças, jovens, adolescentes têm entrado na comunidade também. Isso tem tornado o ambiente mais saudável", pontuou.

Após estrear na LBFF com a Fluxo, Pai da Fac analisou os primeiros jogos na principal competição do país, que antes não podia disputar por ser menor de 16 anos.

"Tinha uma ansiedade, apesar de eu jogar outros campeonatos. Essa Liga é diferente, é onde estão os melhores. Aquele frio na barriga já passou. Agora precisamos nos focar, treinar e fazer bonito", finalizou.

Últimas