Lance Capitão e protagonista: Van Dijk busca destaque pela Holanda em sua primeira Copa do Mundo

Capitão e protagonista: Van Dijk busca destaque pela Holanda em sua primeira Copa do Mundo

Em 2019, zagueiro disputou a premiação do ‘Fifa The Best’ com Cristiano Ronaldo e Messi

Lance
Lance

Lance

Lance

Um dos grandes destaques da Holanda, o experiente zagueiro Virgil van Dijk, do Liverpool, vai disputar sua primeira Copa do Mundo. Com 31 anos, o jogador não foi convocado para a Copa de 2014, e na última edição do Mundial a seleção holandesa não se classificou.


O zagueiro, que nos últimos anos alcançou grande destaque no futebol mundial e se tornou um dos defensores mais importantes da Europa, foi eleito o melhor jogador da Uefa em 2019, chegou a disputar a premiação do ‘Fifa The Best’ nesse mesmo ano ao lado de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, após uma excelente temporada com a camisa dos Reds, mas não levou o prêmio.

Entre os anos de 2018 e 2020, o defensor que é conhecido pela sua segurança, além de força física e poder de marcação, entrou para a equipe do ano da Uefa após suas grandes atuações pelo Liverpool, coroado ainda com os títulos da Premier League e da Champions.

+ Seleção Brasileira é a segunda mais valiosa da Copa do Mundo; veja ranking completo

Van Dijk tem 47 gols na carreira, sendo seis pela seleção holandesa. O zagueiro, que chegou a ficar uma temporada inteira sem sofrer dribles, já conquistou alguns títulos importantes: uma Champions League, um Mundial de Clubes, uma Supercopa da Europa, um Campeonato Inglês e dois Campeonato Escoceses, além de diversas taças nacionais nos países em que atuou.

Na atual temporada (2021/2022), o jogador tem 48 jogos e quatro gols marcados. Em boa fase, ajudou a equipe inglesa a chegar na final da Champions contra o Real Madrid e está na disputa pela Premier League.

+ Veja quem são os camisas 10 das 32 seleções da Copa do Mundo

Pela Holanda, o zagueiro, que é capitão da equipe nacional desde 2021, ficou de fora na última edição da Eurocopa por conta de uma séria lesão nos ligamentos, mas esteve presente em quatro jogos da Nations League da última temporada, em que a seleção holandesa teve a melhor defesa do grupo 4 da Liga A, com seis gols sofridos em seis jogos contra Bélgica, Polônia e País de Gales.

A presença do jogador na seleção, passa segurança no setor defensivo e anima os torcedores, que esperam uma boa atuação da equipe no Mundial com a presença de outros nomes importantes como Memphis Depay, Frenkie de Jong e Matthijs de Ligt na busca de um título inédito para a Holanda, que chegou a final em três edições (1974, 1978 e 2010).

Últimas