Lance Cansada, Pavlyuchenkova quer dar um último 'gás' por título em Roland Garros

Cansada, Pavlyuchenkova quer dar um último 'gás' por título em Roland Garros

Cansada, Pavlyuchenkova quer dar um último 'gás' por título em Roland Garros

Lance
Lance

Lance

Lance

Após se garantir na grande final de Roland Garros, a russa Anastasia Pavlyuchenkova concedeu entrevista para os ex-tenistas Barbara Schett e Mats Wilander para falar da grande campanha que a coloca

A russa começa falando da vitória sobre a eslovena Tamara Zidansek: "Eu sigo no jogo. Ainda não digeri tudo o que aconteceu. Eu sabia que o forehand era mesmo perigoso, então tentei não jogar muito ali, mas ir trabalhando variação, porque ela é mesmo perigosa".

Pavlyuchenkova foi questionada sobre a tranquilidade que demonstrou em quadra: "Eu não estava cara, era meu rosto fingindo que estava tudo bem. Eu estive um pouco retrancada na partida, com receio do forehand dela, mas aí eu me disse: 'Vamos lá, você sabe bater um forehand'. Aí consegui ir mais agressiva aos poucos, variando e foi dando certo. No segundo set, bati a bola ainda muito, muito forte e funcionou".

"Estou realmente muito feliz com a final. É um sonho tornado realidade, mas ainda tem jogo pela frente, apesar do meu cansaço e também de agora estar com algumas cãibras, vou cuidar para me recuperar e poder dar tudo que tenho e trabalhei nesta grande final", completou.

Últimas