Cabofriense acusa integrante da Portuguesa de ter iniciado confusão que terminou com feridos no vestiário

Em nota, o clube de Cabo Frio diz que membro da delegação do time visitante teria iniciado a confusão ao sacar uma arma. Torcedores agrediram integrantes da comissão da Lusa

Lance

Lance

Lance

Após torcedores da Cabofriense invadirem o vestiário e agredirem integrantes da comissão técnica da Portuguesa-RJ no estádio Estádio Alair Corrêa, em Cabo Frio, após partida realizada neste sábado, o clube da Região dos Lagos publicou uma nota oficial em que repudia e lamenta os atos de violência. No comunidade, o clube ainda diz que um membro da delegação do time visitante teria iniciado a confusão ao sacar uma arma.

Também por meio de nota publicada nas redes sociais, a Lusa havia informado que torcedores rivais invadiram o vestiário e agrediram membros da comissão técnica, além de quebrar todo o ônibus dos visitantes, após a vitória por 4 a 1 da Portuguesa sobre a Cabofriense.

O time de Cabo Frio, no entanto, afirmou que "na intenção de dispersar os torcedores, um membro da delegação do clube visitante sacou uma arma de fogo, o que ocasionou uma grande correia e deu início a uma confusão generalizada".

Confira a nota da Cabofriense
A Associação Desportiva Cabofriense repudia toda e qualquer forma de violência e lamenta os fatos ocorridos ao final da partida deste sábado pelo Campeonato Carioca.

Na intenção de dispersar os torcedores, um membro da delegação do clube visitante sacou uma arma de fogo, o que ocasionou uma grande correia e deu início a uma confusão generalizada

Vale ressaltar, que como mandante da partida, a Cabofriense cumpriu com todas as normas previstas, contando inclusive com o apoio da Polícia Militar durante todo o evento esportivo.