Lance Brasil x Venezuela: Neymar joga em busca de gol que pode render nova marca histórica

Brasil x Venezuela: Neymar joga em busca de gol que pode render nova marca histórica

Atacante tem retrospecto curto e de apenas um gol diante da seleção vinotinto

Lance
Lance

Lance

Lance

O Brasil enfrenta a Venezuela, nesta quinta-feira (12), às 21h30 (de Brasília), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. E como tem se tornado costume, o jogo em Cuiabá-MT, na Arena Pantanal, pode se tornar histórico para Neymar, o maior artilheiro da história da Seleção Brasileira, segundo os critérios da Fifa. Se balançar a rede, o atacante terá marcado contra todos os adversários da Amarelinha nas Eliminatórias.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

Ao longo dos últimos anos, Ney vem batendo recordes atrás de recordes com a Seleção. O último deles foi justamente chegar ao 79º gol e ultrapassar Pelé na artilharia histórica do Brasil. O número foi atingido diante da Bolívia, na última Data Fifa.

+ Você quer trabalhar no seu clube do coração? Matricule-se no curso Gestor de Futebol e entenda como!

No entanto, Data Fifa nova, feito histórico novo. E Neymar agora quer "fechar" a lista de adversários contra os quais já marcou pelo menos um gol nas Eliminatórias. Adivinhe quem é o único que ainda não foi vítima do camisa 10... Sim, a Venezuela, rival desta quinta-feira (12).

+ Brasil x Venezuela: onde assistir ao vivo, escalações e horário do jogo pelas Eliminatórias da Copa

A verdade é que Ney fará sua estreia contra a Vinotinto na competição. Nos outros dois jogos do atacante diante dos venezuelanos, o torneio foi a Copa América, em 2011 e em 2021, edição na qual ele marcou, cobrando pênalti, seu único gol diante desse adversário. Ou seja, está faltando esse registro para o jogador do Al Hilal-SAU.

Quem mais sofreu com Neymar nas Eliminatórias foi o Peru, que levou quatro gols, sendo três deles em um único jogo, que aconteceu em Lima, em outubro de 2020, válido pela classificação para a Copa do Qatar. Naquele dia, o Brasil venceu por 4 a 2 e Ney ultrapassou Ronaldo na artilharia histórica da Seleção, o que o deixava apenas com Pelé à sua frente.

+ Durante homenagem, reitor de universidade crava acerto de Carlo Ancelotti com a Seleção Brasileira

Depois, na lista de vítimas do camisa 10 nas Eliminatórias, aparece a Bolívia, com três tentos. Em seguida estão Uruguai, Equador e Paraguai, com dois gols sofridos cada. Por fim, Argentina, Colômbia e Chile fecham a ranking com apenas um tento cada.

Jogando em casa, com o futebol ofensivo de Diniz e diante de uma seleção contra a qual o Brasil tem histórico de goleadas, é bem possível que Neymar alcance mais essa marca pela Amarelinha. Caso contrário, isso somente poderá acontecer em novembro de 2024, no segundo turno das Eliminatórias, quando a Seleção visitará a Venezuela.

Últimas