Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasil vence Japão no Mundial de vôlei e encaminha liderança

Com Cachopa no time titular, o Brasil derrotou a Seleção Japonesa e praticamente garantiu a liderança do Grupo B

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

Com Cachopa no time titular – ele entrou bem no último jogo e comandou a virada sobre Cuba na estreia - o Brasil jogou bem e derrotou o Japão por 3 sets as 0 – parciais de 25 -21, 25-18, 25-16 -, na manhã deste domingo, na cidade de Ljubljana, na Eslovênia, pela segunda rodada da fase classificatória do Grupo B do Mundial.

Com o resultado, o time do técnico Renan dal Zotto garantiu a classificação para as oitavas e praticamente confirmou a primeira colocação da chave, o que é importante para os cruzamentos das próximas fases do Mundial.

Renan escalou o Brasil com: Cachopa, Wallace, Leal, Lucarelli, Lucão, Flávio e Thales (líbero). Cachopa foi a novidade no time. O ex-levantador do Sada Cruzeiro – que na próxima temporada vai defender o Monza, da Itália, começou como titular e ditou o ritmo com cadência e inteligência, colocando todos os atacantes para jogar, inclusive os centrais, acertando o tempo e a altura de bola dos nossos meios.

Depois de muitas atuações irregulares, desde a Olimpíada do ano passado, finalmente o Brasil venceu e convenceu. Leal foi o maior pontuador do confronto, com 17 pontos, seguido por Wallace, com 13. Ishikawa foi o destaque do Japão, com 1o pontos, seguido por Nishida, com nove.

Publicidade

O Brasil só sentiu dificuldade até a metade do primeiro set, quando viu o Japão abrir 16 a 12, mas teve segurança para virar o placar, com Leal arrasador – marcando 9 pontos na parcial. Cachopa começou o jogo um pouco nervoso – o que é normal, por ser a sua primeira oportunidade como titular da Seleção Brasileira numa grande competição -, forçando as jogadas pelo meio, mas a partir da segunda metade do set, mais a vontade com a camisa, passou as distribuir com tranquilidade e harmonia. O Brasil virou em 18 a 17 no primeiro set e depois não perdeu mais o tom da partida, jogando com personalidade, alegria e atitude, como a torcida espera e se acostumou a ver a Seleção Brasileira jogar.

O Brasil volta a jogar na próxima terça-feira, contra a Seleção do Quênia, a partir das 6h (horário de Brasília), no encerramento desta fase.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.