Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasil sofre, mas vence a Itália no tie-break e garante a vaga na Olimpíada de Paris no vôlei masculino

Jogo fechou com um 3 a 2 com as parciais de (25/23, 23/25, 15/25, 25/17 e 15/11)

Lance

Lance|Do R7


Lance
Darlan foi o pontuador da partida com 19 pontos (Foto: Divulgação/Volleyball World)

A Seleção Brasileira venceu a Itália, a atual campeã mundial, por 3 a 2 (25/23, 23/25, 15/25, 25/17 e 15/11), no pré-olímpico de vôlei. O Brasil enfrentou dificuldades no segundo e terceiro set, mas conseguiu superar com o apoio da torcida, que lotou o Maracanãzinho neste domingo (8). Com essa vitória, a seleção conseguiu a classificação para as Olimpíadas de Paris em 2024.

1º SET:

O Brasil começou o primeiro set bem, aproveitando que o desempenho dos italianos não estavam como de costume. Dos 15 pontos feitos neste período, dez foram de erros do adversário. No entanto, no final desta etapa, os europeus reagiram e diminuíram a vantagem de cinco para um, mas não abalou o time da casa, fechando assim por 25 x 23.

O destaque foi Darlan Souza com quatro pontos, três de ataque e um de saque.

Publicidade

2º SET:

A Itália corrigiu os erros do primeiro set e veio para o segundo na vontade de garantir o seu primeiro período. No entanto, o Brasil não deixou se abater até empatar o jogo por 14 a 14. Renan Dal Zotto fez alterações no time, botando Cachopa no lugar de Bruninho. O time verde-amarelo teve problemas, como os erros de saque, que foram muito bem aproveitados pela equipe de Ferdinando De Giorgi. Assim, os europeus fecharam por 25 a 23.

Publicidade

+ Condição especial para matrícula no curso Gestor de Futebol, aprovado por Dante, Petković, Léo Moura e outros craques. Saiba mais!

3º SET:

Set apertado para o Brasil, os italianos começaram na frente, mas a Seleção correu atrás do prejuízo e empatou. Certos erros da equipe da casa persistiram, como os bloqueios, problemas da defesa e também erros individuais. Assim, europeus aproveitaram as boas chances e fecharam por 25 a 15.

4º SET:

Itália começa na frente, mas o Brasil não deixa se abater e empata o jogo. Darlan começa bem e anota os primeiros pontos do Brasil no período, sempre fazendo o tradicional "jutsu" e chamando a torcida para jogar junto. Em seguida, com o Maracanãzinho chamando pelo seu nome, Lucarelli faz dois aces seguidos e leva os brasileiros presentes a jogarem mais com o time. Nesta etapa, o Brasil se sai melhor, diminuindo os erros e melhorando o ataque. Assim, o Brasil fechou por 25 a 17 e levou ao tie-break.

Darlan novamente foi o maior pontuador do set, com dez pontos, oito ataques, um bloqueio e um saque.

+ Rebeca Andrade e Flávia Saraiva garantem pódio; Simone Biles é hexacampeã do solo

5º SET (TIE-BREAK):

Flávio abriu os trabalhos do Brasil no tie-break, em seguida por um erro de saque de Darlan, os italianos marcaram o ponto. Depois, o dono do movimento "jutsu" marcou para a Seleção. O jogo continuou difícil, pois a qualquer brecha a seleção italiana marcava e ficava na cola da equipe brasileira. Mesmo assim, os brasileiros reagiram e fecharam o set por 15 a 11, com um ace de Lucarelli.

O destaque da partida ficou com jovem Darlan. O oposto, de 21 anos, marcou 19 pontos (16 de ataque, 1 bloqueio e 2 aces). O garoto entrou nas graças da torcida pelas partidas que veio fazendo no pré-olímpico, sendo o destaque da seleção.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.