Brasil inicia caminhada para Mundial de Beisebol nesta sexta

Etapa classificatória para o World Baseball Classic será entre os dias 13 e 18 de março, no Arizona. A Seleção estreará contra o Paquistão em busca de sua segunda participação 

Lance

Lance

Lance

O Brasil vai com tudo para a disputa classificatória de olho no World Baseball Classic 2021, a Copa do Mundo da modalidade, que acontece a cada quatro anos. Mesclando jogadores experientes com jovens atletas contratados recentemente por equipes da Major League Baseball, a Seleção comandada por Barry Larkin tem como primeiro adversário o Paquistão, nesta sexta-feira, às 18h30, em Tucson, Arizona, com transmissão na página da MLB no YouTube.

No grupo brasileiro, além dos paquistaneses, há ainda África do Sul, Alemanha, França e Nicarágua. Para avançar ao Mundial, o Brasil precisará ser campeão ou vice, lembrando que o grupo é dividido em duas chaves e as seleções com mais triunfos se classificam.

Caso vença o Paquistão, o duelo seguinte será contra a Nicarágua, já no dia 14. Em situação de duas vitórias, a Seleção precisa de dois triunfos para se classificar, porém, em caso de derrota para os nicaraguenses, é obrigatório vencer a repescagem e mais um jogo final, a ser disputado no dia 18 de março, às 22h.


A equipe brasileira é formada por Andre Rienzo, Leonardo Reginatto, Paulo Orlando e Jean Tomé, ex-jogadores da MBL; Dante Bichette (Washington Nationals), Dylan Lee (Miami Marlins), Liam Sabino (Saint Louis Cardinals), Gabriel Maciel (Minnesota Twins), Bo Takahashi (Arizona DiamindBacks, Victor Coutinho e Heitor Tokar (Houston Astros), Rafael Ohashi (Toronto Blue Jays) e Igor Kimura (Tampa Bay Rays), ainda em atividade nos Estados Unidos.

Além deles, completam a Seleção jogadores que atuam profissionalmente no México, Alemanha, França e Japão, sob comando de Barry Larkin (treinador principal), Latroy Hawkins (treinador de arremessadores) e Steve Finley (treinador de rebatidas). Vale lembrar que Yan Gomes, do Nationals, e Eric Pardinho não estarão presentes, o primeiro porque não foi liberado e o segundo por conta de cirurgia no cotovelo no início deste ano.