Brasil de Pelotas sai atrás, mas arranca empate no último minuto contra Oeste pela Série B

O Rubrão abriu dois de vantagem, mas o Xavante foi à luta e conseguiu empatar em cobrança de pênalti no último lance


No Bento Freitas, Brasil de Pelotas e Oeste empataram por 2 a 2 em jogo emocionante e que foi decidido no último minuto. Com o resultado, o Xavante foi para 43 pontos, no 12º lugar. O Rubrão foi para 40 e fica na 15ª colocação.

Na próxima rodada, Brasil de Pelotas recebe o Coritiba, no Bento Freitas. O Oeste pega o Atlético-GO, na Arena Barueri. Ambas as partidas serão realizadas dia 12 de novembro.

A partida

O começo do jogo não foi lá dos mais movimentados. O Oeste ainda mostrou uma leve superioridade, mas nada muito relevante. O que ficou escancarado mesmo foi a enorme dificuldade das duas equipes em criar oportunidades.

As coisas só ficaram animadas após os 19 minutos, quando Juba recebeu lançamento na área, dominou e chutou, mas Matheus Cavichioli fez uma grande defesa e salvou o Oeste.

Após o gol, o Rubrão cresceu na partida, pressionou e não demorou muito para abrir o placar. Em cobrança de falta, Mazinho cobrou com perfeição e marcou um belo gol: 1 a 0 para o Oeste.

O Rubrão cresceu com o gol e por pouco não ampliou o placar. A zaga do Xavante cochilou e a bola sobrou livre para Fábio. Ele chutou, mas Carlos Eduardo defendeu.

O Brasil de Pelotas voltou para o tudo ou nada no segundo tempo. Em 15 minutos, o Xavante criou três grandes chances de gol, mas capricho na hora da finalização.

Foi quando o velho ditado “quem não faz toma” entrou em ação. Em cobrança de falta, a bola é levantada na área e Fábio desta vez conseguiu marcar: 2 a 0.

O Brasil de Pelotas não se abateu e foi para cima até achar o gol. Guilherme Queiroz tentou uma vez e a bola bateu na trave. No rebote, o goleiro escorregou e a bola sobrou de novo para Guilherme desta vez marcar: 1 a 2.

O Xavante cresceu com o gol e pressionou demais o Oeste nos minutos finais. O Rubrão segurou a pressão até o último minuto, mas aos 52 minutos o árbitro marcou um pênalti para o Brasil de Pelotas. Guilherme Queiroz bateu e empatou: 2 a 2 placar final.