Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Brasil consolida o crescimento com vitória histórica na Copa Davis

Coluna comenta o triunfo do Brasil que quebrou uma série de 24 anos na competição

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

Primeira vitória fora de casa, na Europa, desde 1999, quando tivemos Guga Kuerten no auge, Jaime Oncins, Fernando Meligeni e Márcio Carlsson. Vitória no piso duro e coberto diante de um time com o número 4 do mundo, Holger Rune. Tudo bem que a principal peça do time da casa chegou não 100% fisicamente e ajudou estar em uma sequência negativa, mas em nada diminui o feito dos meninos do Brasil.

Essa vitória tem como pilar principalmente a subida de Thiago Wild . Venceu o 412 do mundo, sim, era o favorito, mas em Davis o componente emocional fala mais alto e ele mostrou sólido e ainda quebrou uma barreira pessoal vencendo seu primeiro jogo de Copa Davis. 

O fato do paranaense estar confiante com sua melhor fase e ser alçado como o número 1 do país ajudou também Thiago Monteiro . O cearense tinha raras atuações boas em Copa Davis, talvez muito pelo peso de ter que liderar um time sem um número dois à altura até então. 

Hoje temos um Wild sólido, Monteiro que venceu uma partida espetacular e pode adquirir confiança e ainda um Felipe Meligeni crescendo e podendo ser muito útil ao time tanto nas simples como na boa dupla que forma com Rafael Matos e que deu o terceiro e último ponto da equipe. 

Publicidade

Jaime Oncins se mostrou habilidoso e preciso com suas decisões. A fase de Monteiro não era boa enquanto Felipe Meligeni vinha de um US Open excelente. Ele foi pela experiência do cearense e resguardou Felipe para a dupla e o último dia. Deu muito certo.

Temos ainda um Marcelo Demoliner que pode formar uma boa dupla tanto com Matos quanto com Meligeni e somamos agora três opções para simples . Em suma, nosso time se fortaleceu e dependendo do sorteio, em novembro, teremos condições de chegar nas finais de 2024.

Publicidade

Parabéns a todos. A equipe foi gigante. A vitória foi muito importante!

Curtinhas:

Publicidade

A nota triste é nenhuma TV no Brasil ter comprado os direitos de transmissão, primeiro episódio em décadas que isso acontece. Alguns motivos. Primeiro o comercial, a Davis vem caindo em descrédito nos últimos anos com o novo formato. Basta ver as reclamações de alguns dos principais jogadores na web. Segundo que o nosso time não era confiável. Talvez essa vitória abra o olho para que as TVs voltem a se interessar pelos duelos do ano que vem.

Por outro lado a transmissão da CBT TV no Youtube foi ótima com comentários do Paulo Cleto, que foi por muitos anos capitão da Davis.

Comparando com o Beach Tennis, que tenho acompanhado bastante, ficou ainda abaixo de vários torneios. O povo ainda não se acostumou a ver tênis no Youtube.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.