Lance Botafogo x Atlético-MG: VAR indica pênalti em Ademir, mas Claus discorda

Botafogo x Atlético-MG: VAR indica pênalti em Ademir, mas Claus discorda

Lance no fim do jogo gerou polêmica; árbitro diz que atacante se jogou

Lance
Lance

Lance

Lance

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou o áudio da conversa entre o árbitro Raphael Claus e os operadores do Árbitro de Vìdeo (VAR) em lance de possível pênalti em Ademir no jogo entre Atlético-MG e Botafogo. No diálogo, a equipe do Arbitro de Vídeo indica que houve ação faltosa para marcação de pênalti no jogador do Galo, mas Raphael Claus discordou e não marcou a penalidade.

No lance, Ademir pegou rebote de cobrança de falta de Hulk e se preparava para finalizar quando recebeu contato do defensor do Botafogo. Após Ademir ser derrubado, a bola sobrou pra Keno, que marcou gol, posteriormente anulado por impedimento. O Atlético-MG cobrava a marcação de um pênalti em Ademir no lance.


Na conversa entre Raphael Claus e o VAR, há primeiro a checagem de impedimento de Keno. A equipe de vídeo chega na conclusão de que Ademir foi o último a tocar na bola, o que configurava impedimento de Keno.

Após isso, o VAR apontou pênalti em Ademir. Entretanto, Claus discordou da interpretação e, após ir à tela para avaliação do lance, concluiu que Ademir valorizou a carga recebida, não sendo necessária a marcação da penalidade. "Penal não é, o cara sente o contato e cai", expressou o árbitro.

Confira a conversa no momento da checagem de pênalti

VAR: Claus, quando sai o gol ele está em posição de impedimento. Antes acontece um penal. Você precisa checar.
Claus: Mas eu falei que não é penal.

Raphael Claus vai ao monitor do VAR neste momento.

​Claus: Ok, braço não tem movimento de empurrão. Para mim é uma disputa por espaço.
​VAR: Tem contato da coxa e o quadril atrás.
​Claus: Ok, mas a coxa vai na direção da bola e tem um contato mais lateral. O jogador (Ademir) mais valoriza porque não tem empurrão.

Últimas