Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Bia Haddad e Azarenka perdem batalha e algozes encaram Luisa Stefani por final

Decisão de vaga na semifinal demorou 3h13 e acabou em uma virada

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Bia Haddad e Azarenka no US Open

A dupla formada pela russa Vera Zvonareva, ex-top 2 de simples, e a alemã Laura Siegmund, cabeças de chave 12 do US Open, venceram uma batalha de 3h13 diante da paceria da brasileira Beatriz Haddad Maia e a ex-número 1 de simples, a bielorrussa Victoria Azarenka.

Em um jogo duro, a dupla da russa venceu de virada em 5/7 7/5 6/4 tendo convertido um ace a cinco e disparado 42 bolas vencedoras a 39 de Bia Haddad e Vika, que cometeram 30 erros não-forçados contra 28 de Zvonaeva e Siegmund.

Contando com apoio da torcida na Louis Armstrong, tendo a presença de muitos brasileiros, a dupla formada por Bia Haddad e Azarenka travaram belas disputas de pontos contra as cabeça de chave 12 e acabaram quebradas no 3º game com Siegmund firme na rede, mas seguiram confiantes. As duplas trocaram quebras entre os 6º e 8º games. Com tudo igual no placar, Azarenka e Bia arriscaram nas devoluções e conquistaram quebra crucial no 12º game.

No intervalo ente o primeiro e segundo sets, Zvonareva e Siegmund foram para os vestiários para poderem trocar seus uniformes em razão do calor que faz em Nova York, a parada durou 9 minutos e chegou a incomodar a brasileira e sua parceira que questionaram a arbitragem sobre o tempo e a ida em dupla aos vestiários. A árbitra da partida explicou que para a troca era permitida a ida das duas acompanhadas das fiscais do torneio.

Publicidade

Rafael Paciaroni, treinador da brasileira , pediu antes do início do segundo set que ela mantivesse a calma e ficasse confiante ao sacar. Ele também pontuou que uma das adversárias mostrou-se incomodada ao sacar – pela transmissão com som ambiente não foi possível precisar de que adversária ‘Rafa’ estava falando.

Na abertura do segundo set, com Bia no saque Zvonareva trabalhou bem no fundo de quadra e saiu quebrando o saque da brasileira. As adversárias abriram 2/0 e foram administrando, até serem quebradas no saque de Zvonareva, vendo Azarenka buscar linhas e Bia fechando bem a rede. As duplas seguiram se pressionando e salvaram breakpoints nos dois games seguintes. A disputa seguiu dura e com Siegmund trabalhando muito bem a movimentação junto à rede, chegou a quebra no 11º game e sobreviveu salvando breakpoint e forçando o terceiro set.

Publicidade

Nele, com a tática de pressionar nos games iniciais, Zvonareva e Siegmund forçaram saques arriscados de Azarenka, trabalharam bem na paralela e quebraram o saque da dupla da brasileira no 3º game. O jogo seguiu muito disputado, com as duplas se pressionando, mas Siegmund seguiu jogando muito e vendo Zvonareva sacando muito e tabalhando com bolas fundas para defende seus games de saque e administar a vantagem.

Em busca de vaga na grande final, Zvonareva e Siegmund encaram a parceria de outra brasileira, Luisa Stefani, que ao lado da norte-americana Jennifer Brady se garantiu na semi na última terça-feira.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.