Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Bencic: 'Estou pronta para vencer um Grand Slam'

Campeã olímpica sabe que está apta a vencer os principais torneios de tênis

Lance|

Lance
Lance Lance

Após liderar a Suíça em vitória pela United Cup, Belinda Bencic conversou com os jornalistas e fez uma reflexão sobre como é jogar sendo orientada o tempo todo, de como ela tem aprendido a administrar momentos de pressão na carreira.

Bencic voltou a repetir sua fala em quadra em que não tinha como não ouvir o que Wawrinka e Dmitry Tursunov, seu treinador, lhe diziam desde o banco da equipe suiça: "Os dois falaram. Eles são campeões do Grand Slam, tipo, como pode dar errado quando você tem duas pessoas assim no banco? Não é como se eu pudesse dizer a eles: 'Eu sei o que estou fazendo, pare de falar comigo", disse ela sorrindo.

A suiça contou que rapidamente se acostumou com a situação e que apesar de estar focada em quadra, conseguiu ouvir os dois e estar em sintonia com Wawrinka.

Questionada sobre como manter o equilíbrio para buscar a vitória, Bencic pontuou: "É bom manter o equilíbrio, é a chave, não dá pra você ficar se lamentando. Pessoalmente, quando sinto raiva, me sinto mais agressivo, mais corajoso e começo a jogar melhor. É sobre encontrar esse equilíbrio certo. Com certeza estou procurando ficar mais calma e, tipo, trabalhando nisso constantemente", confessou.

Bencic foi questionada se está pronta para vencer um Grand Slam, após tornar-se campeã olímpica e liderar o país na Billie Jena King Cup: "Quero dizer, estou absolutamente pronta. Claro, quando você perde algumas partidas apertadas, todo mundo é muito rápido em dizer o quanto você é mentalmente fraco, mas não acho que ninguém no top 100 seja mentalmente fraco, caso contrário, não estaríamos aqui. Não estamos apenas jogando neste nível. Tipo, nós tivemos todo o caminho do juveil para torneios nacionais para, não sei, challengers e ITFs e tudo mais, e tínhamos que gostar de ser tão fortes lá, também para vir aqui. Às vezes, claro, você tem um dia ruim e pode colapsar, todo mundo colpasa. Mas assim, sinto que sou muito forte nas partidas mais importantes e em momentos difíceis, então eu definitivamente estou muito confiante sobre isso. É realmente algo sobre quando você tem muitas partidas, você também se sente melhor, e você tem que acreditar em si mesmo nesses momentos difíceis", completou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.