Lance Bellucci volta ao Brasil depois de ter COVID e quarentena na Rep. Tcheca

Bellucci volta ao Brasil depois de ter COVID e quarentena na Rep. Tcheca

Brasileiro está de volta ao país para recuperar parte física e voltar a competir

Lance
Lance

Lance

Lance

Thomaz Bellucci, número 7 do Brasil e atual 324º do mundo, está de volta ao Brasil após parada de 3 semanas do circuito profissional ao cumprir quarentena obrigatória na República Tcheca, onde contraiu COVID-19, informou sua assessoria de imprensa.

O brasileiros disputou o qualifying do challenger de Ostrava, na República Tcheca, no fim de abril, quando acabou infectado pelo novo coronavírus e precisou permanecer em longa quarentena no país, obrigatória para qualquer pessoa confirmada para a doença no país.

De acordo com a equipe de comunicação do canhoto de Tietê, "as dificuldades de viajar em tempos pandêmicos" contribuíram para sua decisão de retornar ao Brasil, onde trabalhará em sua recuperação física.

“Realmente não foi fácil ficar sozinho num lugar tão longe de casa e sem ninguém da família por perto. Decidi focar na minha recuperação e na recuperação do físico. Neste momento a minha saúde é mais importante. É ficar saudável para aí poder voltar a competir”, disse Bellucci.

O paulista disputou apenas 6 torneios no ano e acumula cinco derrotas e apenas uma vitória: “Não consegui jogar muitos torneios neste ano. A dificuldade de viajar entre os países está bem grande para os brasileiros, por causa das restrições. E acabei contraindo o coronavírus justamente no momento em que eu tinha conseguido construir um calendário de torneios para pegar ritmo. Infelizmente acabou afetando o meu planejamento e vou ter que começar do zero novamente”, continuou o ex-top 21 através de comunicado oficial.

O tenista contou ainda que ficou as três semanas da quarentena impossibilitado de treinar, o que afetou diretamente sua preparação para seguir em competição: “Preciso recuperar o meu físico da melhor maneira possível para recomeçar. A ideia é partir para os Estados Unidos em junho, planejo retornar no challenger de Orlando e aí seguir para a Europa, mas vai depender da minha evolução", finalizou.

Últimas