Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Bellucci comenta sorteio do Rio Open: 'Poderia ser pior. Teve ano que peguei o Nadal'

Brasileiro enfrenta argentino Baez

Lance|

Lance
Lance Lance

Thomaz Bellucci comentou sobre o sorteio do Rio Open realizado neste sábado e suas sensações no último torneio da carreira. Ele enfrenta o argentino Sebastian Baez, sexto favorito e 36º colocado.

Bellucci lembrou de 2015 quando também foi ao sorteio e acabou vendo Rafael Nadal cair como seu primeiro adversário: "Dei um pouco mais de sorte agora. Poderia ser pior, último ano que eu sorteei peguei o Nadal," brincou o canhoto de Tietê.

"Mas no estágio que estou qualquer jogo seria difícil. Esses caras estão num ritmo absurdo e eu não jogo há quase seis meses. Mas esse torneio tem um significado diferente. Vou jogar solto , hoje em dia sou franco-atirador. Geralmente eu vinha com expectativa enorme tanto minha quanto da torcida de ganhar e avançar, às vezes sendo o único brasileiro direto na chave. Hoje em dia sou franco-atirador, estou mais pra curtir, me divertir, espero usar isso ao meu favor. Quem sabe fazer um bom jogo e nunca sabe".

Bellucci comentou que no mês passado teve três lesões durante sua preparação para jogar o ATP 500 carioca no Jockey Club: "Não foi fácil chegar até aqui, eu tava meio que machucado no ano passado, comecei a treinar de volta em janeiro. E em janeiro machuquei umas três vezes até chegar aqui, aos trancos e barrancos, mas aqui estou na medida do possível preparado. Nos últimos anos foi difícil pra mim jogar em alto nível. Fisicamente pra mim tem sido bastante custoso assim treinar pesado e jogar na intensidade dos garotos de hoje em dia."

Publicidade

Ganhando ou perdendo, a despedida será especial para o dono de quatro títulos ATP e que foi 21º do mundo: "Pra mim esse torneio tem um significado especial vou tentar desfrutar, me divertir dentro de quadra. O resultado nesse momento não é o principal. Importante é estar dentro da quadra e estar feliz e ser competitivo na medida do possível".

Ao ser perguntado sobre os jogos mais interessantes da estreia ele destacou a partida de Thiago Monteiro contra Dominic Thiem: "Thiago Monteiro pega o Thiem não é ? Jogo difícil pra ele. Pros dois também. Thiem está jogando bem, mas não é fácil jogar contra o Thiago aqui no Rio. É um baita jogador e aguenta jogar umas cinco horas nesse calor e umidade. Será um baita jogo de primeira rodada".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.