Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Base dá conta do recado e resolve mais um problema no time titular do Palmeiras

Naves foi o Cria da Academia da vez que precisou ser acionado para suprir uma ausência no 11 inicial de Abel Ferreira

Lance|

Lance
Lance Lance

O torcedor do Palmeiras ainda comemora a vitória no clássico contra o São Paulo, por 2 a 0, no último domingo (11), no Morumbi. Mas dificilmente algum deles não ficou preocupado antes da partida, quando Gustavo Gómez, capitão e um dos maiores ídolos atuais do clube, era ausência certa por conta de suspenso. No entanto, esse temor acabou diminuindo muito graças ao desempenho do jovem Naves, que substituiu o paraguaio e deu conta do recado. Isso, porém, tem virado rotina. Tem problema? Chama a base alviverde que ela resolve!

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

Tal desfalque atingiu diretamente o setor mais carente do elenco atual, que é a zaga. São apenas quatro jogadores da posição, sendo que três deles são experientes e um é da base, ou seja, uma conta bem justa para emergências. Quando Murilo machucou o ombro direito e está fora por tempo indeterminado, restaram apenas três nomes: Gómez, Luan e Naves. Com mais um desfalque, a bomba sobraria na mão do jovem.

E foi exatamente o que aconteceu. Gustavo Gómez levou o terceiro amarelo no Brasileirão e acabou ficando fora do clássico contra o São Paulo, que precisaria ser jogado com Luan e Naves na zaga, uma formação 100% reserva. Aos 21 anos recém-completados, o garoto assumiu a bronca ao lado de um dos grandes da história do clube e fez por merecer a aposta de Abel Ferreira, especialmente na marcação de Calleri. Pena mesmo foi a saída dele por conta de câimbras no segundo tempo. Jailson foi improvisado no setor.

Publicidade

Mas não foi a primeira vez (e nem será a última) que o Palmeiras foi salvo pela base. Nem precisamos ir lá atrás em 2020, quando houve uma reformulação no elenco, e as Crias da Academia, capitaneadas por Patrick de Paula, Gabriel Menino e Danilo, foram as grandes soluções e tiveram participação fundamental nesta fase vencedora do clube. Podemos focar somente neste ano, quando a molecada foi acionada para suprir outros "buracos".

+ Weverton protege o Palmeiras no Morumbi e iguala marca de São Marcos

Publicidade

O principal deles foi Vanderlan, que precisou substituir Piquerez nas finais do Paulistão e não deixou que a torcida sentisse falta do uruguaio. Houve até quem questionasse uma mudança no time titular diante do ótimo desempenho do jovem lateral. Outro exemplo foi Luis Guilherme, escolhido para substituir Veiga, ou Garcia, que precisou ser acionado na lateral direita. Sem contar Fabinho, que está sempre sendo utilizado quando há "buracos" no meio-campo.

Sem ter um elenco numeroso e com mudança na filosofia de contratações, o Palmeiras parece ter mesmo aderido ao uso da base como fonte de recursos para montar uma temporada vencedora. Mais do que isso, os próprios jovens têm feito por merecer a oportunidade de jogar nesta era vitoriosa do clube, como fez Vanderlan, que já em 2022 havia assegurado sua condição de reserva imediato de Piquerez, barrando Jorge. Quem será o próximo a "salvar" o time titular de Abel Ferreira?

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.