Lance Bahia atropela Fortaleza e dá passo importante para ficar na Série A

Bahia atropela Fortaleza e dá passo importante para ficar na Série A

Com o resultado, Esquadrão mantém-se vivo na luta contra o Z-4, e o Fortaleza, mesmo com o tropeço, segue fora da zona de rebaixamento

Lance
  • Lance | por Lance

Rodriguinho deu show neste sábado no Castelão

Rodriguinho deu show neste sábado no Castelão

Lance

Em um duelo extremamente tenso, já que Fortaleza e Bahia brigam para afastar-se da temida zona de rebaixamento, quem levou melhor foi o Esquadrão na noite deste sábado, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem maiores dificuldades, o Esquadrão, mesmo jogando na Arena Castelão, não tomou conhecimento e goleou o rival por 4 a 0.

Com três gols de Rodriguinho, além de um de Rossi, a equipe de Dado Cavalcanti chegou aos 41 pontos somados, pulando para a 15ª colocação, enquanto os comandados de Enderson caíram para a 16ª posição com o mesmo números de pontos. Porém, os dois times poderão garantir-se na Série A em 2021, caso Goiás e Vasco não vençam seus jogos neste domingo.



Precisando do resultado, a equipe de Dado Cavalcanti não quis saber de dar espaço ao Fortaleza. Com isso, logo aos 8 minutos, em jogada iniciada por Ronaldo, Nino Paraíba foi acionado pela ponta conseguindo fazer um bom cruzamento para Rodriguinho cabecear com precisão. 1 a 0.

Com o tento sofrido, o Esquadrão ainda seguia melhor em campo. Até meados dos 30 minutos, as boas investidas geravam dificuldades por parte do Fortaleza, que tinha trabalho para afastar a bola de sua área, além da marcação no camisa 9, Gilberto.

Sendo assim, os comandados de Enderson Moreira, mesmo arriscando-se em campo, não conseguiam assustar o goleiro Douglas, com exceção da chance criada por David, que acabou cabeceando para fora em uma bola jogada na área.

Fortaleza x Bahia

Fortaleza x Bahia

Lance

Com Dado mudando seu ataque colocando Gabriel Novaes no lugar de Gilberto, a expectativa eram manter o controle das ações em campo. E quase deu certo. Na primeira chegada dos visitantes, Ronaldo já tratou de acertar a trave do gol de Felipe Alves, porém, em uma resposta rápida, o time do camisa 12 do Leão não quis saber de desânimo e, em seguida, devolveu o susto a Douglas em cobrança de falta de Juninho.

Vendo o rival crescer, o Esquadrão não deixou barato e partiu pra cima. Com isso, em uma chance criada, aos 16 minutos, em jogada repetida no primeiro gol, Nino Paraíba cruzou na medida para Rodriguinho marcar. 2 a 0.

E o que já estava bom, melhorou para os visitantes. Minutos mais tarde, aos 20, Rossi acabou sofrendo pênalti de Felipe que, por sua vez, acabou recebendo o segundo amarelo no jogo e, consequentemente, foi expulso. Na cobrança, ele de novo, Rodriguinho, em noite inspirada, bateu sem chances para Felipe Alves. 3 a 0.

Fortaleza x Bahia

Fortaleza x Bahia

Lance

Sem sofrer nenhum tipo de investida do rival, o Bahia não tirava o pé. Sendo assim, em uma nova descida, outra vez a arbitragem acabou marcando uma penalidade, quando Paulão derrubou Rodriguinho na área. Poderia ser o quart do atacante? Sim, poderia. No entanto, quem cobrou dessa vez foi Rossi que, com categoria, tirou do goleiro para fazer 4 a 0.


Já na reta final, o Tricolor ainda teve uma última oportunidade de fechar com chave de ouro. Porém, Thiago Andrade, mesmo sem goleiro no lance, acabou chutando para fora, dando a deixa para Luiz Flavio de Oliveira colocar um ponto final no duelo.

FORTALEZA x BAHIA - 37ª RODADA DO BRASILEIRO
Estádio
: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 20 de fevereiro de 2020, às 21h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF-SP)
Árbitro de vídeo: Marcio Henrique de Gois (CBF-SP)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Luiz Henrique (FOR) / Matheus Bahia e Ronaldo
Cartões vermelhos: Felipe (FOR)

GOLS: Rodriguinho, 8'/1ºT (1-0); Rodriguinho, 20'/2ºT (2-0); Rodriguinho, 16'/2ºT (3-0); Rossi, 34'/2ºT (4-0)

FORTALEZA (Técnico: Enderson Moreira)
Felipe Alves; Gabriel Dias (Tinga, aos 25'/2ºT), Quintero, Paulão e Bruno Melo; Juninho, Felipe e Luiz Henrique; Romarinho, Wellington Paulista (Ronald, aos 25'/2ºT) e David (Bergson, aos 31'/2ºT).

BAHIA (Técnico: Dado Cavalcanti)
Douglas; Nino Paraíba, Ernando (Juninho, aos 41'/2ºT), Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Ronaldo, Patrick e Gregore; Rossi (Thiago Andrade, aos 36'/2ºT), Rodriguinho e Gilberto (Gabriel Novaes, no intervalo; Daniel, aos 41'/2ºT).

Últimas