Lance Augusto Recife, campeão da Tríplice Coroa de 2003, conclui ensino médio em escola no Cruzeiro

Augusto Recife, campeão da Tríplice Coroa de 2003, conclui ensino médio em escola no Cruzeiro

O ex-jogador da Raposa terminou esta etapa de estudos na estrutura oferecida pelo clube mineiro para os seus colaboradores 

Lance
Lance

Lance

Lance

Ele saiu direto das categorias de base do Cruzeiro para ser titular do time de 2003, que encantou o Brasil conquistando três títulos na mesma temporada(Mineiro, Brasileiro e Copa do Brasil). Sinônimo de raça e dedicação, Augusto Recife está colocando mais um "troféu" na sua galeria.

Com o auxílio de Alexandre Rosa, pedagogo das categorias de base do Cruzeiro, Recife conseguiu terminar os estudos e completou o ensino médio. Nesta segunda-feira, ele foi na Toca da Raposa 1 para recebeu seu certificado.

-No final do ano passado, o Villa Nova-MG (equipe de Augusto Recife) estava fazendo pré-temporada aqui na Toca 1. Neste período, o Augusto me procurou falando que ele precisava concluir o ensino médio. Então usei o projeto do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), onde o aluno é preparado para fazer uma prova única- explicou.

-O Recife se dedicou, tivemos a oportunidade de estudar juntos. E agora ele é um projeto piloto, pois pela primeira vez a gente tem um ex-atleta do Clube participando do nosso projeto. O Cruzeiro acredita em seus atletas e em seus ídolos. Ele é um exemplo para os nossos jovens de que o estudo é algo fundamental-completou.

Recife foi até a Toca da Raposa 1, nesta segunda-feira, para receber seu diploma. Ele comentou a conquista e deixou uma mensagem para a nova geração de atletas que está surgindo.

-Eu fui muito feliz aqui no Cruzeiro, desde as categorias de base até o profissional. Na época quando a escola do clube foi inaugurada a gente comemorou igual um título. Infelizmente depois não tive como terminar já que subi para o profissional muito novo e ficou difícil conciliar-revelou.

-A gente sabe que o futebol é uma incógnita, então o atleta precisa se preocupar com o estudo, ele precisa pensar no futuro. É muito importante abrir outras áreas de emprego. Agora pretendo dar início aos estudos no curso de Educação Física. Minha aposentadoria está chegando e quero me qualificar para seguir uma nova trajetória profissional- completou.

Antes de ir embora, Augusto Recife foi até à escola da Toca da Raposa 1 e contou um pouco da sua história para os jovens do Sub-14 que estavam estudando.

Últimas