Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ATUAÇÕES: Kane manda pelos ares chance de classificação da Inglaterra nas quartas da Copa do Mundo; veja notas

Lance

Lance|Do R7

A Inglaterra batalhou até o último minuto, mas viu o sonho de conquistar a Copa do Mundo acabar neste domingo (10). Em jogo acirrado, o English Team perdeu para a Espanha por 2 a 1 e ainda viu uma chance de reagir ir pelos ares. Veja as atuações da partida por Vinícius Faustini (faustini@lancenet.com.br).
A Inglaterra batalhou até o último minuto, mas viu o sonho de conquistar a Copa do Mundo acabar neste domingo (10). Em jogo acirrado, o English Team perdeu para a Espanha por 2 a 1 e ainda viu uma chance de reagir ir pelos ares. Veja as atuações da par... A Inglaterra batalhou até o último minuto, mas viu o sonho de conquistar a Copa do Mundo acabar neste domingo (10). Em jogo acirrado, o English Team perdeu para a Espanha por 2 a 1 e ainda viu uma chance de reagir ir pelos ares. Veja as atuações da partida por Vinícius Faustini (faustini@lancenet.com.br).
PICKFORD - 6,0 - Não teve culpa nos gols. Ainda salvou conclusão à queima-roupa em investida de Rabiot.
PICKFORD - 6,0 - Não teve culpa nos gols. Ainda salvou conclusão à queima-roupa em investida de Rabiot. PICKFORD - 6,0 - Não teve culpa nos gols. Ainda salvou conclusão à queima-roupa em investida de Rabiot.
WALKER - 5,5 - Desdobrou-se para conter o ímpeto de Mbappé e Griezmann. Batalhou para apoiar as investidas de Saka.
WALKER - 5,5 - Desdobrou-se para conter o ímpeto de Mbappé e Griezmann. Batalhou para apoiar as investidas de Saka. WALKER - 5,5 - Desdobrou-se para conter o ímpeto de Mbappé e Griezmann. Batalhou para apoiar as investidas de Saka.
STONES - 4,5 - Foi envolvido na jogada do primeiro gol francês. Cresceu posteriormente, mas deixou algumas brechas ainda e permitiu que Giroud chegasse para marcar.
STONES - 4,5 - Foi envolvido na jogada do primeiro gol francês. Cresceu posteriormente, mas deixou algumas brechas ainda e permitiu que Giroud chegasse para marcar. STONES - 4,5 - Foi envolvido na jogada do primeiro gol francês. Cresceu posteriormente, mas deixou algumas brechas ainda e permitiu que Giroud chegasse para marcar.
MAGUIRE - 4,0 - Não conteve as investidas por seu lado e teve muito trabalho com Dembélé. Lançou-se em algumas jogadas no ataque, em bolas aéreas e deu trabalho à França. Porém, não foi eficiente.
MAGUIRE - 4,0 - Não conteve as investidas por seu lado e teve muito trabalho com Dembélé. Lançou-se em algumas jogadas no ataque, em bolas aéreas e deu trabalho à França. Porém, não foi eficiente. MAGUIRE - 4,0 - Não conteve as investidas por seu lado e teve muito trabalho com Dembélé. Lançou-se em algumas jogadas no ataque, em bolas aéreas e deu trabalho à França. Porém, não foi eficiente.
SHAW - 6,0 - Subiu de produção e foi importante ao dar apoio às tentativas pela esquerda. Municiou a Inglaterra com cruzamentos.
SHAW - 6,0 - Subiu de produção e foi importante ao dar apoio às tentativas pela esquerda. Municiou a Inglaterra com cruzamentos. SHAW - 6,0 - Subiu de produção e foi importante ao dar apoio às tentativas pela esquerda. Municiou a Inglaterra com cruzamentos.
DECLAN RICE - 5,5 - Teve trabalho para conter os avanços ofensivos da França. Recuperou-se e ajudou a fazer os ingleses equilibrarem o jogo. Porém, os cochilos em campo custaram caro.
DECLAN RICE - 5,5 - Teve trabalho para conter os avanços ofensivos da França. Recuperou-se e ajudou a fazer os ingleses equilibrarem o jogo. Porém, os cochilos em campo custaram caro. DECLAN RICE - 5,5 - Teve trabalho para conter os avanços ofensivos da França. Recuperou-se e ajudou a fazer os ingleses equilibrarem o jogo. Porém, os cochilos em campo custaram caro.
HENDERSON - 6,5 - Apresentou-se como alternativa constante para tabelas com Saka. Criou muitas jogadas pela esquerda e apostou em cruzamentos.
HENDERSON - 6,5 - Apresentou-se como alternativa constante para tabelas com Saka. Criou muitas jogadas pela esquerda e apostou em cruzamentos. HENDERSON - 6,5 - Apresentou-se como alternativa constante para tabelas com Saka. Criou muitas jogadas pela esquerda e apostou em cruzamentos.
BELLINGHAM - 6,0 - Depois de não conseguir evitar o primeiro gol francês, recuperou-se em campo. Batalhou tanto na marcação quanto nos passes e foi fundamental para manter o espírito de luta da Inglaterra.
BELLINGHAM - 6,0 - Depois de não conseguir evitar o primeiro gol francês, recuperou-se em campo. Batalhou tanto na marcação quanto nos passes e foi fundamental para manter o espírito de luta da Inglaterra. BELLINGHAM - 6,0 - Depois de não conseguir evitar o primeiro gol francês, recuperou-se em campo. Batalhou tanto na marcação quanto nos passes e foi fundamental para manter o espírito de luta da Inglaterra.
PHIL FODEN - 5,5 - Teve um início promissor, no qual agregou velocidade à criação. Contudo, caiu de produção gradativamente.
PHIL FODEN - 5,5 - Teve um início promissor, no qual agregou velocidade à criação. Contudo, caiu de produção gradativamente. PHIL FODEN - 5,5 - Teve um início promissor, no qual agregou velocidade à criação. Contudo, caiu de produção gradativamente.
SAKA - 7,0 - Sobrou dedicação em campo. Abriu espaços com dribles, trocas de passes e uma perspicácia capazes de manter a Inglaterra sempre combativa.
SAKA - 7,0 - Sobrou dedicação em campo. Abriu espaços com dribles, trocas de passes e uma perspicácia capazes de manter a Inglaterra sempre combativa. SAKA - 7,0 - Sobrou dedicação em campo. Abriu espaços com dribles, trocas de passes e uma perspicácia capazes de manter a Inglaterra sempre combativa.
HARRY KANE - 3,5 - Viu seu grande desempenho ruir devido a um lance capital. Honrava o posto de referência do time, ao surgir com perigo na área e ser impetuoso para finalizar. Chegou a marcar um gol de pênalti. No entanto, mandou pelos ares a chance na penalidade máxima que manteria a Inglaterra viva na briga pela vaga nas semifinais. Abateu-se em campo depois disto.
HARRY KANE - 3,5 - Viu seu grande desempenho ruir devido a um lance capital. Honrava o posto de referência do time, ao surgir com perigo na área e ser impetuoso para finalizar. Chegou a marcar um gol de pênalti. No entanto, mandou pelos ares a chance n... HARRY KANE - 3,5 - Viu seu grande desempenho ruir devido a um lance capital. Honrava o posto de referência do time, ao surgir com perigo na área e ser impetuoso para finalizar. Chegou a marcar um gol de pênalti. No entanto, mandou pelos ares a chance na penalidade máxima que manteria a Inglaterra viva na briga pela vaga nas semifinais. Abateu-se em campo depois disto.
MOUNT - 5,5 - Em um de seus primeiros lances, sofreu o pênalti marcado na etapa final. Tentou ainda algumas jogadas, mas não teve o mesmo sucesso.
MOUNT - 5,5 - Em um de seus primeiros lances, sofreu o pênalti marcado na etapa final. Tentou ainda algumas jogadas, mas não teve o mesmo sucesso. MOUNT - 5,5 - Em um de seus primeiros lances, sofreu o pênalti marcado na etapa final. Tentou ainda algumas jogadas, mas não teve o mesmo sucesso.
STERLING - 6,0 - Dedicado, tentou renovar a qualidade de passe da Inglaterra. Foi preciso nos cruzamentos, mesmo com a equipe recorrendo apenas a lances aéreos na reta final.
STERLING - 6,0 - Dedicado, tentou renovar a qualidade de passe da Inglaterra. Foi preciso nos cruzamentos, mesmo com a equipe recorrendo apenas a lances aéreos na reta final. STERLING - 6,0 - Dedicado, tentou renovar a qualidade de passe da Inglaterra. Foi preciso nos cruzamentos, mesmo com a equipe recorrendo apenas a lances aéreos na reta final.
RASHFORD - 6,0 - Batalhou enquanto esteve em campo e teve uma chance de ouro na reta final. Porém, não acertou a cobrança de falta que poderia mudar o jogo.
RASHFORD - 6,0 - Batalhou enquanto esteve em campo e teve uma chance de ouro na reta final. Porém, não acertou a cobrança de falta que poderia mudar o jogo. RASHFORD - 6,0 - Batalhou enquanto esteve em campo e teve uma chance de ouro na reta final. Porém, não acertou a cobrança de falta que poderia mudar o jogo.
GREALISH - SEM NOTA - Entrou na reta final e não teve tempo para agregar muito em campo.
GREALISH - SEM NOTA - Entrou na reta final e não teve tempo para agregar muito em campo. GREALISH - SEM NOTA - Entrou na reta final e não teve tempo para agregar muito em campo.
GARETH SOUTHGATE - 6,0 - A Inglaterra teve muita abnegação e vendeu caro a derrota nas quartas de final da Copa do Mundo. Porém, o English Team viu seu meio engessado em alguns momentos e dependeu muito das investidas de Saka e Harry Kane para retomar seu ímpeto ofensivo. Quando deslanchava e criava chances de sobra, faltou pontaria para a virada esperada.
GARETH SOUTHGATE - 6,0 - A Inglaterra teve muita abnegação e vendeu caro a derrota nas quartas de final da Copa do Mundo. Porém, o English Team viu seu meio engessado em alguns momentos e dependeu muito das investidas de Saka e Harry Kane para retomar ... GARETH SOUTHGATE - 6,0 - A Inglaterra teve muita abnegação e vendeu caro a derrota nas quartas de final da Copa do Mundo. Porém, o English Team viu seu meio engessado em alguns momentos e dependeu muito das investidas de Saka e Harry Kane para retomar seu ímpeto ofensivo. Quando deslanchava e criava chances de sobra, faltou pontaria para a virada esperada.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.