Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ATUAÇÕES: individualidades não aparecem e só Renato Augusto se salva no Corinthians; veja notas

Lance|

Neste domingo, Corinthians e Portuguesa empataram em 0 a 0 no Mané Garrincha pela oitava rodada do Paulistão. A Portuguesa veio com uma estratégia defensiva muito bem definida enquanto o Corinthians dependia exclusivamente de suas individualidades - que não apareceram - para jogar bem. Mais uma vez, Renato Augusto foi o destaque da equipe. Confira as notas!
Neste domingo, Corinthians e Portuguesa empataram em 0 a 0 no Mané Garrincha pela oitava rodada do Paulistão. A Portuguesa veio com uma estratégia defensiva muito bem definida enquanto o Corinthians dependia exclusivamente de suas individualidades - qu... Neste domingo, Corinthians e Portuguesa empataram em 0 a 0 no Mané Garrincha pela oitava rodada do Paulistão. A Portuguesa veio com uma estratégia defensiva muito bem definida enquanto o Corinthians dependia exclusivamente de suas individualidades - que não apareceram - para jogar bem. Mais uma vez, Renato Augusto foi o destaque da equipe. Confira as notas!
Carlos Miguel - Nota: 6,5 / Foi exigido nos chutes de João Victor, de fora da área, e de Patrick, no segundo tempo. Fez boas defesas para salvar o Timão.
Carlos Miguel - Nota: 6,5 / Foi exigido nos chutes de João Victor, de fora da área, e de Patrick, no segundo tempo. Fez boas defesas para salvar o Timão. Carlos Miguel - Nota: 6,5 / Foi exigido nos chutes de João Victor, de fora da área, e de Patrick, no segundo tempo. Fez boas defesas para salvar o Timão.
Rafael Ramos - Nota: 6,0 / Sentiu falta de um companheiro para fazer dobradinhas ofensivas no lado direito. Contribuiu como dava, especialmente no segundo tempo.
Rafael Ramos - Nota: 6,0 / Sentiu falta de um companheiro para fazer dobradinhas ofensivas no lado direito. Contribuiu como dava, especialmente no segundo tempo. Rafael Ramos - Nota: 6,0 / Sentiu falta de um companheiro para fazer dobradinhas ofensivas no lado direito. Contribuiu como dava, especialmente no segundo tempo.
Bruno Méndez - Nota: 6,0 / Percebeu que a construção estava lenta e tentou coisas diferentes, como conduzir a bola para gerar espaço no ataque. Na defesa, fez uma falta forte e desnecessária que valeu cartão amarelo.
Bruno Méndez - Nota: 6,0 / Percebeu que a construção estava lenta e tentou coisas diferentes, como conduzir a bola para gerar espaço no ataque. Na defesa, fez uma falta forte e desnecessária que valeu cartão amarelo. Bruno Méndez - Nota: 6,0 / Percebeu que a construção estava lenta e tentou coisas diferentes, como conduzir a bola para gerar espaço no ataque. Na defesa, fez uma falta forte e desnecessária que valeu cartão amarelo.
Gil - Nota: 5,5 / Um dos responsáveis pela lentidão na circulação da bola, prejudicou o ataque. Defensivamente, não foi exigido.
Gil - Nota: 5,5 / Um dos responsáveis pela lentidão na circulação da bola, prejudicou o ataque. Defensivamente, não foi exigido. Gil - Nota: 5,5 / Um dos responsáveis pela lentidão na circulação da bola, prejudicou o ataque. Defensivamente, não foi exigido.
Fábio Santos - Nota: 5,5 / Fez o completo oposto daquilo que se faz quando o adversário está muito fechado: tocou muito na bola, demorou para dar os passes e ficou esperando a aproximação de jogadores de ataque.
Fábio Santos - Nota: 5,5 / Fez o completo oposto daquilo que se faz quando o adversário está muito fechado: tocou muito na bola, demorou para dar os passes e ficou esperando a aproximação de jogadores de ataque. Fábio Santos - Nota: 5,5 / Fez o completo oposto daquilo que se faz quando o adversário está muito fechado: tocou muito na bola, demorou para dar os passes e ficou esperando a aproximação de jogadores de ataque.
Fausto Vera - Nota: 6,0 / Quando buscou o lançamento na profundidade, seus companheiros aproximaram. Quando buscou a aproximação, seus companheiros correram no espaço. Esse é o preço que se paga quando o ataque da equipe funciona de forma aleatória: as jogadas não saem como planejado.
Fausto Vera - Nota: 6,0 / Quando buscou o lançamento na profundidade, seus companheiros aproximaram. Quando buscou a aproximação, seus companheiros correram no espaço. Esse é o preço que se paga quando o ataque da equipe funciona de forma aleatória: as... Fausto Vera - Nota: 6,0 / Quando buscou o lançamento na profundidade, seus companheiros aproximaram. Quando buscou a aproximação, seus companheiros correram no espaço. Esse é o preço que se paga quando o ataque da equipe funciona de forma aleatória: as jogadas não saem como planejado.
Du Queiroz - Nota: 5,5 / Não conseguiu dar a dinâmica que o time precisava no meio-campo.
Du Queiroz - Nota: 5,5 / Não conseguiu dar a dinâmica que o time precisava no meio-campo. Du Queiroz - Nota: 5,5 / Não conseguiu dar a dinâmica que o time precisava no meio-campo.
Renato Augusto - Nota: 6,5 / Elogiar Renato é chover no molhado, foi disparado o melhor da equipe. Mas futebol é jogo coletivo e seu rendimento poderia ser muito melhor se os movimentos do ataque não fossem aleatórios.
Renato Augusto - Nota: 6,5 / Elogiar Renato é chover no molhado, foi disparado o melhor da equipe. Mas futebol é jogo coletivo e seu rendimento poderia ser muito melhor se os movimentos do ataque não fossem aleatórios. Renato Augusto - Nota: 6,5 / Elogiar Renato é chover no molhado, foi disparado o melhor da equipe. Mas futebol é jogo coletivo e seu rendimento poderia ser muito melhor se os movimentos do ataque não fossem aleatórios.
Adson - Nota: 5,5 / Pela primeira vez, enfrentou uma defesa bem fechada, que marca próximo e por zona. O resultado foi uma atuação apagada. também protagonizou uma cena trombada bizarra com Renato Augusto.
Adson - Nota: 5,5 / Pela primeira vez, enfrentou uma defesa bem fechada, que marca próximo e por zona. O resultado foi uma atuação apagada. também protagonizou uma cena trombada bizarra com Renato Augusto. Adson - Nota: 5,5 / Pela primeira vez, enfrentou uma defesa bem fechada, que marca próximo e por zona. O resultado foi uma atuação apagada. também protagonizou uma cena trombada bizarra com Renato Augusto.
Róger Guedes - Nota: 5,5 / Perdeu duas boas chances de gol, uma em cada tempo. Assim como Adson, foi encaixotado pela defesa adversária e jogou menos do que poderia
Róger Guedes - Nota: 5,5 / Perdeu duas boas chances de gol, uma em cada tempo. Assim como Adson, foi encaixotado pela defesa adversária e jogou menos do que poderia Róger Guedes - Nota: 5,5 / Perdeu duas boas chances de gol, uma em cada tempo. Assim como Adson, foi encaixotado pela defesa adversária e jogou menos do que poderia
Yuri Alberto - Nota: 5,5 / Também perdeu uma chance clara de gol. É mais um jogador que poderia render mais se a movimentação de seus companheiros tivesse alguma lógica ou padrão.
Yuri Alberto - Nota: 5,5 / Também perdeu uma chance clara de gol. É mais um jogador que poderia render mais se a movimentação de seus companheiros tivesse alguma lógica ou padrão. Yuri Alberto - Nota: 5,5 / Também perdeu uma chance clara de gol. É mais um jogador que poderia render mais se a movimentação de seus companheiros tivesse alguma lógica ou padrão.
Giuliano - Nota: 6,0 / Melhorou a qualidade de passe no meio-campo e contribuiu para que o Corinthians tivesse certo controle no segundo tempo.
Giuliano - Nota: 6,0 / Melhorou a qualidade de passe no meio-campo e contribuiu para que o Corinthians tivesse certo controle no segundo tempo. Giuliano - Nota: 6,0 / Melhorou a qualidade de passe no meio-campo e contribuiu para que o Corinthians tivesse certo controle no segundo tempo.
Romero - Nota: 5,5 / Entrou pelo lado esquerdo e auxiliou Renato Augusto. Depois, foi jogar pelo lado direito e perdeu auxiliou as subidas de Rafael Ramos. E não passou disso: um coadjuvante.
Romero - Nota: 5,5 / Entrou pelo lado esquerdo e auxiliou Renato Augusto. Depois, foi jogar pelo lado direito e perdeu auxiliou as subidas de Rafael Ramos. E não passou disso: um coadjuvante. Romero - Nota: 5,5 / Entrou pelo lado esquerdo e auxiliou Renato Augusto. Depois, foi jogar pelo lado direito e perdeu auxiliou as subidas de Rafael Ramos. E não passou disso: um coadjuvante.
Paulinho - Nota: 6,0 / Já passou o tempo em que Paulinho podia ser chamado de volante. O jogado tem entrado praticamente como um segundo atacante, se movimentando de forma aleatória, igual a todo o resto do time.
Paulinho - Nota: 6,0 / Já passou o tempo em que Paulinho podia ser chamado de volante. O jogado tem entrado praticamente como um segundo atacante, se movimentando de forma aleatória, igual a todo o resto do time. Paulinho - Nota: 6,0 / Já passou o tempo em que Paulinho podia ser chamado de volante. O jogado tem entrado praticamente como um segundo atacante, se movimentando de forma aleatória, igual a todo o resto do time.
Matheus Araújo - Sem nota / Entrou nos acréscimos e fica sem nota.
Matheus Araújo - Sem nota / Entrou nos acréscimos e fica sem nota. Matheus Araújo - Sem nota / Entrou nos acréscimos e fica sem nota.
Fernando Lázaro - Nota: 5,0 / Desde o início do campeonato seu time pratica um futebol aleatório, e hoje não foi diferente. As movimentações ofensivas são descoordenadas e suas alterações são baseadas apenas em mudar característica de jogadores. Falta compreensão de jogo coletivo.
Fernando Lázaro - Nota: 5,0 / Desde o início do campeonato seu time pratica um futebol aleatório, e hoje não foi diferente. As movimentações ofensivas são descoordenadas e suas alterações são baseadas apenas em mudar característica de jogadores. Falta ... Fernando Lázaro - Nota: 5,0 / Desde o início do campeonato seu time pratica um futebol aleatório, e hoje não foi diferente. As movimentações ofensivas são descoordenadas e suas alterações são baseadas apenas em mudar característica de jogadores. Falta compreensão de jogo coletivo.
Portuguesa: SOBE - Sistema defensivo: marcou no 4-1-4-1, fechou o meio e tirou o Corinthians da zona de conforto. Deixou o adversário totalmente passivo no jogo. / DESCE - Ataque: Apesar da atuação bem honesta, não incomodou a defesa corintiana.
Portuguesa: SOBE - Sistema defensivo: marcou no 4-1-4-1, fechou o meio e tirou o Corinthians da zona de conforto. Deixou o adversário totalmente passivo no jogo. / DESCE - Ataque: Apesar da atuação bem honesta, não incomodou a defesa corintiana. Portuguesa: SOBE - Sistema defensivo: marcou no 4-1-4-1, fechou o meio e tirou o Corinthians da zona de conforto. Deixou o adversário totalmente passivo no jogo. / DESCE - Ataque: Apesar da atuação bem honesta, não incomodou a defesa corintiana.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.