Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

ATUAÇÕES: Gol com gosto de leite condensado e liderança: Gustavo Scarpa é o nome do Palmeiras

Lance

Lance|Do R7


O Palmeiras venceu o América Mineiro, fora de casa, por 1 a 0, pela 18ª rodada do Brasileirão. Com um belo gol, Gustavo Scarpa foi o nome da emoção palmeirense e garantiu o título do primeiro turno da competição. Confira todas as atuações. (por Julia Mazarin)
(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Weverton: 6,5 - O goleiro fez cerca de três defesas providenciais na partida, que impediram os adversários de abrirem o marcador no Independência. Além do bom posicionamento, o camisa 21 também foi responsável por bons lançamentos e transições da defesa com o ataque.
Weverton: 6,5 - O goleiro fez cerca de três defesas providenciais na partida, que impediram os adversários de abrirem o marcador no Independência. Além do bom posicionamento, o camisa 21 também foi responsável por bons lançamentos e transições da defesa com o ataque.
Marcos Rocha: 6,5 - Com a volta de Dudu para o lado direito, o lateral recebeu um protagonismo ainda maior. Foi um ‘monstro’ nos desarmes na defesa e soube como evidenciar o ataque com bons passes. No geral, ótimo jogo.
Marcos Rocha: 6,5 - Com a volta de Dudu para o lado direito, o lateral recebeu um protagonismo ainda maior. Foi um ‘monstro’ nos desarmes na defesa e soube como evidenciar o ataque com bons passes. No geral, ótimo jogo.
Luan: 6,5 - Voltando ao time titular, o zagueiro foi muito bem no jogo. Conseguiu anular as principais jogadas da equipe adversária e deu botes certeiros para não perder quase nenhuma dividida.
Luan: 6,5 - Voltando ao time titular, o zagueiro foi muito bem no jogo. Conseguiu anular as principais jogadas da equipe adversária e deu botes certeiros para não perder quase nenhuma dividida.
Gómez: 6,5 - O zagueiro respondeu muito bem às adversidades da partida, deu tranquilidade aos companheiros e liderou uma defesa praticamente impecável no jogo, especialmente nas bolas aéreas. Ótima partida de quem atuou com um pouco mais de profundidade.
Gómez: 6,5 - O zagueiro respondeu muito bem às adversidades da partida, deu tranquilidade aos companheiros e liderou uma defesa praticamente impecável no jogo, especialmente nas bolas aéreas. Ótima partida de quem atuou com um pouco mais de profundidade.
Vanderlan: 6,5 - Com tabelas bem executadas e cruzamentos perfeitos para a grande área, o lateral teve uma boa atuação no time titular. Conseguiu ser confiante e preciso nos desarmes, além de ter feito uma cobertura eficaz com mais profundidade no lado esquerdo.
Vanderlan: 6,5 - Com tabelas bem executadas e cruzamentos perfeitos para a grande área, o lateral teve uma boa atuação no time titular. Conseguiu ser confiante e preciso nos desarmes, além de ter feito uma cobertura eficaz com mais profundidade no lado esquerdo.
Danilo: 5,5 - Apesar de ter feito alguns desarmes providenciais e arriscado um ou outro chute de fora, o camisa 28 parecia em outra frequência na partida. Pecou pela desatenção em alguns momentos importantes e certamente falta retomar o bom futebol e, principalmente, a confiança. No geral, mais um jogo abaixo.
Danilo: 5,5 - Apesar de ter feito alguns desarmes providenciais e arriscado um ou outro chute de fora, o camisa 28 parecia em outra frequência na partida. Pecou pela desatenção em alguns momentos importantes e certamente falta retomar o bom futebol e, principalmente, a confiança. No geral, mais um jogo abaixo.
Zé Rafael: 5,5 - Foi preciso nos desarmes, mas às vezes pecou pela desatenção. Principalmente na intermediária, cedeu espaços e perdeu divididas que poderiam ter comprometido o resultado do jogo, além de ter perdido boas chances de ampliar o marcador. Foi abaixo.
Zé Rafael: 5,5 - Foi preciso nos desarmes, mas às vezes pecou pela desatenção. Principalmente na intermediária, cedeu espaços e perdeu divididas que poderiam ter comprometido o resultado do jogo, além de ter perdido boas chances de ampliar o marcador. Foi abaixo.
Raphael Veiga: 5,5 - Não foi uma das melhores partidas do meia. O camisa 23 não obteve sucesso na maioria de suas tentativas, principalmente em bolas paradas e finalizações de fora da área. Faltou caprichar mais e ter mais calma em certas jogadas. Muito abaixo.
Raphael Veiga: 5,5 - Não foi uma das melhores partidas do meia. O camisa 23 não obteve sucesso na maioria de suas tentativas, principalmente em bolas paradas e finalizações de fora da área. Faltou caprichar mais e ter mais calma em certas jogadas. Muito abaixo.
Wesley: 5,5 - O camisa 11 ficou devendo na partida. Teve poucos momentos de velocidade e, quando poderia ter arriscado o chute, não o fez. Parecia em outra frequência. No geral, partida bem abaixo do atacante.
Wesley: 5,5 - O camisa 11 ficou devendo na partida. Teve poucos momentos de velocidade e, quando poderia ter arriscado o chute, não o fez. Parecia em outra frequência. No geral, partida bem abaixo do atacante.
Miguel Merentiel: 6,0 - Um dos estreantes da noite, o uruguaio teve uma participação apagada na partida justamente por não estar completamente entrosado com os companheiros. No mais, buscou jogadas e deu sequência a elas - na medida do possível.
Miguel Merentiel: 6,0 - Um dos estreantes da noite, o uruguaio teve uma participação apagada na partida justamente por não estar completamente entrosado com os companheiros. No mais, buscou jogadas e deu sequência a elas - na medida do possível.
Dudu: 6,5 - Na maioria dos lances, chamou a responsabilidade com jogadas individuais e soube se posicionar bem para também receber chances. Com a presença de Scarpa, o camisa 7 passou a ter ainda mais importância, principalmente para manter o Palmeiras no campo de ataque. No geral, bom jogo.
Dudu: 6,5 - Na maioria dos lances, chamou a responsabilidade com jogadas individuais e soube se posicionar bem para também receber chances. Com a presença de Scarpa, o camisa 7 passou a ter ainda mais importância, principalmente para manter o Palmeiras no campo de ataque. No geral, bom jogo.
Gustavo Scarpa: 7,5 - O Palmeiras recebeu outra cara com a entrada do meia na segunda etapa. Com qualidade nas bolas paradas e na armação de jogo, o camisa 14 se mostrou fundamental para o esquema de Abel Ferreira. Foi dele o gol da vitória.
Gustavo Scarpa: 7,5 - O Palmeiras recebeu outra cara com a entrada do meia na segunda etapa. Com qualidade nas bolas paradas e na armação de jogo, o camisa 14 se mostrou fundamental para o esquema de Abel Ferreira. Foi dele o gol da vitória.
Flaco López: 6,5 - Fez uma estreia melhor que a de Merentiel. Com um estilo mais de área e de referência nas bolas aéreas, o atacante teve boas chances apesar do pouco tempo em campo. Deu para notar que faltou apenas entrosamento e adaptação.
Flaco López: 6,5 - Fez uma estreia melhor que a de Merentiel. Com um estilo mais de área e de referência nas bolas aéreas, o atacante teve boas chances apesar do pouco tempo em campo. Deu para notar que faltou apenas entrosamento e adaptação.
Mayke: Sem nota - Ficou pouco tempo em campo e nada produziu.
Mayke: Sem nota - Ficou pouco tempo em campo e nada produziu.
Breno Lopes: Sem nota - Ficou pouco tempo em campo e nada produziu.
Breno Lopes: Sem nota - Ficou pouco tempo em campo e nada produziu.
Gabriel Menino: Sem nota - Ficou pouco tempo em campo e nada produziu.
Gabriel Menino: Sem nota - Ficou pouco tempo em campo e nada produziu.
Abel Ferreira: 7,0 - Apesar de um primeiro tempo mais abaixo, o técnico soube como voltar do intervalo com um time mais aceso. Bastou apostar na estreia de Flaco López e na entrada de Gustavo Scarpa para que o Palmeiras tivesse outra cara e mais superioridade para impor um ritmo de jogo necessário. Além disso, o português também entrou na partida com o garoto Vanderlan, que não decepcionou. Boas escolhas e liderança mantida.
Abel Ferreira: 7,0 - Apesar de um primeiro tempo mais abaixo, o técnico soube como voltar do intervalo com um time mais aceso. Bastou apostar na estreia de Flaco López e na entrada de Gustavo Scarpa para que o Palmeiras tivesse outra cara e mais superioridade para impor um ritmo de jogo necessário. Além disso, o português também entrou na partida com o garoto Vanderlan, que não decepcionou. Boas escolhas e liderança mantida.
AMÉRICA-MG: Sobe - O setor ofensivo do América-MG foi extremamente perigoso na maior parte do jogo. Com tabelas na entrada da área adversária e finalizações de fora, o time de Vagner Mancini poderia ter aberto o placar se não fossem erros individuais e o goleiro Weverton. /// Desce - Apesar de levar perigo à defesa do Verdão, as finalizações deixaram a desejar. Os jogadores do Coelho não souberam caprichar na última bola e também assistiram os rivais levarem vantagem dentro da própria casa. Faltou atenção e displicência.
AMÉRICA-MG: Sobe - O setor ofensivo do América-MG foi extremamente perigoso na maior parte do jogo. Com tabelas na entrada da área adversária e finalizações de fora, o time de Vagner Mancini poderia ter aberto o placar se não fossem erros individuais e o goleiro Weverton. /// Desce - Apesar de levar perigo à defesa do Verdão, as finalizações deixaram a desejar. Os jogadores do Coelho não souberam caprichar na última bola e também assistiram os rivais levarem vantagem dentro da própria casa. Faltou atenção e displicência.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.