Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ATUAÇÕES: Ceni mexe, São Paulo até cria, mas defesa deixa a desejar em derrota na estreia

Lance|

O São Paulo largou mal no Brasileirão. Atuando no Engenhão, a equipe melhorou a criação ofensiva. Mas... Viu o seu sistema defensivo deixar a desejar e dar de bandeja a vitória por 2 a 1 ao Botafogo. Eis as notas, por Rafael Ribeiro
O São Paulo largou mal no Brasileirão. Atuando no Engenhão, a equipe melhorou a criação ofensiva. Mas... Viu o seu sistema defensivo deixar a desejar e dar de bandeja a vitória por 2 a 1 ao Botafogo. Eis as notas, por Rafael Ribeiro O São Paulo largou mal no Brasileirão. Atuando no Engenhão, a equipe melhorou a criação ofensiva. Mas... Viu o seu sistema defensivo deixar a desejar e dar de bandeja a vitória por 2 a 1 ao Botafogo. Eis as notas, por Rafael Ribeiro
RAFAEL: Partida sem grandes problemas, mas longe de ser 100% segura - NOTA: 5
RAFAEL: Partida sem grandes problemas, mas longe de ser 100% segura - NOTA: 5 RAFAEL: Partida sem grandes problemas, mas longe de ser 100% segura - NOTA: 5
RAFINHA: O veterano voltou a campo como titular pela primeira vez desde que se recuperou de lesão. No primeiro tempo, como lateral, foi mal e possibilitou muitos avanços botafoguenses. Na etapa final, como zagueiro, melhorou - NOTA: 4,5
RAFINHA: O veterano voltou a campo como titular pela primeira vez desde que se recuperou de lesão. No primeiro tempo, como lateral, foi mal e possibilitou muitos avanços botafoguenses. Na etapa final, como zagueiro, melhorou - NOTA: 4,5 RAFINHA: O veterano voltou a campo como titular pela primeira vez desde que se recuperou de lesão. No primeiro tempo, como lateral, foi mal e possibilitou muitos avanços botafoguenses. Na etapa final, como zagueiro, melhorou - NOTA: 4,5
ALAN FRANCO - Continua a sina de mesclar lances ousados e saídas de bolas inesperadas e boas, com falhas bisonhas no combate aos ataques rivais. Ainda falhou na cobertura do gol da vitória do adversário - NOTA: 4
ALAN FRANCO - Continua a sina de mesclar lances ousados e saídas de bolas inesperadas e boas, com falhas bisonhas no combate aos ataques rivais. Ainda falhou na cobertura do gol da vitória do adversário - NOTA: 4 ALAN FRANCO - Continua a sina de mesclar lances ousados e saídas de bolas inesperadas e boas, com falhas bisonhas no combate aos ataques rivais. Ainda falhou na cobertura do gol da vitória do adversário - NOTA: 4
ARBOLEDA: De longe o xerifão tricolor. Sempre seguro e bem posicionado, faz a diferença - NOTA 6
ARBOLEDA: De longe o xerifão tricolor. Sempre seguro e bem posicionado, faz a diferença - NOTA 6 ARBOLEDA: De longe o xerifão tricolor. Sempre seguro e bem posicionado, faz a diferença - NOTA 6
CAIO: Talvez tenha feito uma de suas melhores partidas pelo clube desde a chegada. Seguro na marcação, apoiou bem e foi uma peça importante na construção são-paulina - NOTA: 6
CAIO: Talvez tenha feito uma de suas melhores partidas pelo clube desde a chegada. Seguro na marcação, apoiou bem e foi uma peça importante na construção são-paulina - NOTA: 6 CAIO: Talvez tenha feito uma de suas melhores partidas pelo clube desde a chegada. Seguro na marcação, apoiou bem e foi uma peça importante na construção são-paulina - NOTA: 6
MÉNDEZ: Outro que jogou bem hoje, quase sempre bem posicionado na marcação e com boa articulação ofensiva - NOTA 5,5
MÉNDEZ: Outro que jogou bem hoje, quase sempre bem posicionado na marcação e com boa articulação ofensiva - NOTA 5,5 MÉNDEZ: Outro que jogou bem hoje, quase sempre bem posicionado na marcação e com boa articulação ofensiva - NOTA 5,5
NESTOR: Teve um dia de altos e baixos. Na marcação vem crescendo de produção, se ambientando cada vez mais à função de segundo homem do meio-campo. Na parte ofensiva, os erros habituais - NOTA 5,5
NESTOR: Teve um dia de altos e baixos. Na marcação vem crescendo de produção, se ambientando cada vez mais à função de segundo homem do meio-campo. Na parte ofensiva, os erros habituais - NOTA 5,5 NESTOR: Teve um dia de altos e baixos. Na marcação vem crescendo de produção, se ambientando cada vez mais à função de segundo homem do meio-campo. Na parte ofensiva, os erros habituais - NOTA 5,5
MICHEL ARAUJO: O uruguaio continua surpreendendo positivamente. Um dos melhores em campo, sempre muito bem posicionado e dando maior movimentação à articulação tricolor - NOTA: 6
MICHEL ARAUJO: O uruguaio continua surpreendendo positivamente. Um dos melhores em campo, sempre muito bem posicionado e dando maior movimentação à articulação tricolor - NOTA: 6 MICHEL ARAUJO: O uruguaio continua surpreendendo positivamente. Um dos melhores em campo, sempre muito bem posicionado e dando maior movimentação à articulação tricolor - NOTA: 6
LUCIANO: O camisa 10 voltou aos titulares sem encontrar uma posição. Deu a assistência para o gol, é verdade, mas pouco colaborou além disso, perdido na marcação adversária - NOTA 5
LUCIANO: O camisa 10 voltou aos titulares sem encontrar uma posição. Deu a assistência para o gol, é verdade, mas pouco colaborou além disso, perdido na marcação adversária - NOTA 5 LUCIANO: O camisa 10 voltou aos titulares sem encontrar uma posição. Deu a assistência para o gol, é verdade, mas pouco colaborou além disso, perdido na marcação adversária - NOTA 5
CALLERI: Oportunismo é seu sobrenome. Sumido a maior parte do tempo, mas estava lá para empurrar a bola às redes quando necessário. Cresceu de produção na etapa final - NOTA 5,5
CALLERI: Oportunismo é seu sobrenome. Sumido a maior parte do tempo, mas estava lá para empurrar a bola às redes quando necessário. Cresceu de produção na etapa final - NOTA 5,5 CALLERI: Oportunismo é seu sobrenome. Sumido a maior parte do tempo, mas estava lá para empurrar a bola às redes quando necessário. Cresceu de produção na etapa final - NOTA 5,5
WELLINGTON RATO: É o operário do time de Ceni, corre para todos os lados, bate todas as bolas paradas e é efetivo - NOTA 5,5
WELLINGTON RATO: É o operário do time de Ceni, corre para todos os lados, bate todas as bolas paradas e é efetivo - NOTA 5,5 WELLINGTON RATO: É o operário do time de Ceni, corre para todos os lados, bate todas as bolas paradas e é efetivo - NOTA 5,5
DAVID: Estrou no intervalo, mas saiu aos 30' contundido. No tempo em que ficou em campo, pouco produziu ou acrescentou - NOTA 4,5
DAVID: Estrou no intervalo, mas saiu aos 30' contundido. No tempo em que ficou em campo, pouco produziu ou acrescentou - NOTA 4,5 DAVID: Estrou no intervalo, mas saiu aos 30' contundido. No tempo em que ficou em campo, pouco produziu ou acrescentou - NOTA 4,5
PABLO MAIA: Entrou e deu uma movimentação interessante ao meio-campo, chegando a criar uma chance clara de gol perdida - NOTA 5,5
PABLO MAIA: Entrou e deu uma movimentação interessante ao meio-campo, chegando a criar uma chance clara de gol perdida - NOTA 5,5 PABLO MAIA: Entrou e deu uma movimentação interessante ao meio-campo, chegando a criar uma chance clara de gol perdida - NOTA 5,5
ALISSON: Também veio do banco, deu um certo gás, mas perdeu a empolgação de imediato, caindo na marcação dos rivais - NOTA 5
ALISSON: Também veio do banco, deu um certo gás, mas perdeu a empolgação de imediato, caindo na marcação dos rivais - NOTA 5 ALISSON: Também veio do banco, deu um certo gás, mas perdeu a empolgação de imediato, caindo na marcação dos rivais - NOTA 5
MARCOS PAULO: Deu um certo ânimo ao time, mas nada efetivo, de fato, para criar chances claras de gol - NOTA 5,5
MARCOS PAULO: Deu um certo ânimo ao time, mas nada efetivo, de fato, para criar chances claras de gol - NOTA 5,5 MARCOS PAULO: Deu um certo ânimo ao time, mas nada efetivo, de fato, para criar chances claras de gol - NOTA 5,5
GABRIEL NEVES: Jogou pouco - SEM NOTA
GABRIEL NEVES: Jogou pouco - SEM NOTA GABRIEL NEVES: Jogou pouco - SEM NOTA
ROGÉRIO CENI: Mudou de novo a escalação em relação ao último jogo e novamente viu seus planos falharem. O time no primeiro tempo sofreu muita pressão do Botafogo e concedeu poucos espaços. Na etapa final, recuou Rafinha, mudou o sistema e o trem entrou nos trilhos um pouco. Mas o São Paulo continua sem grande variedade de jogadas ofensivas para marcar gols. Muito chuveirinho, pouca objetividade - NOTA 4,5
ROGÉRIO CENI: Mudou de novo a escalação em relação ao último jogo e novamente viu seus planos falharem. O time no primeiro tempo sofreu muita pressão do Botafogo e concedeu poucos espaços. Na etapa final, recuou Rafinha, mudou o sistema e o trem entrou... ROGÉRIO CENI: Mudou de novo a escalação em relação ao último jogo e novamente viu seus planos falharem. O time no primeiro tempo sofreu muita pressão do Botafogo e concedeu poucos espaços. Na etapa final, recuou Rafinha, mudou o sistema e o trem entrou nos trilhos um pouco. Mas o São Paulo continua sem grande variedade de jogadas ofensivas para marcar gols. Muito chuveirinho, pouca objetividade - NOTA 4,5

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.