Lance Atlético Mineiro faz 'leilão solidário' com camisa usada por Arana

Atlético Mineiro faz 'leilão solidário' com camisa usada por Arana

Ação faz parte de campanha do clube para incentivar a doação de sangue; receita do leilão será doada ao Hemominas

Lance
Lance

Lance

Lance

O Atlético Mineiro e a "Play For a Cause" se uniram para leiloar a camisa utilizada pelo lateral Guilherme Arana na vitória sobre o Internacional pela quarta rodada do Brasileirão. Na ocasião, o atleta sofreu um corte na cabeça e acabou sujando o uniforme, que será vendido a partir desta terça-feira como parte de campanha para incentivar a doação de sangue. O valor arrecadado será doado ao Hemominas, Hemocentro do estado de Minas Gerais.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

A ação integra a campanha “Junho Vermelho”, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de doar sangue. Por meio de seus perfis nas plataformas de redes sociais, "Play For a Cause" e Atlético também promoverão ações de incentivo a prática de doar sangue.

- Quero convidar todos a participarem do leilão, e também para doar sangue. Ajude a salvar vidas - convocou Guilherme Arana.

Atualmente, o Hemominas registra baixos níveis de sangue em seu estoque, o que torna o engajamento dos doares ainda mais necessário para a sociedade. Para doar, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 Kg, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação, não fumar nas duas horas antes do ato, não estar em jejum e evitar o consumo de alimentos gordurosos quatro horas antes do procedimento.

- É incrível associar os feitos em campo de clubes e jogadores com ações de causa, colaborando com a sociedade. A camisa usada pelo Guilherme Arana na partida é um item especial, que mostra toda a entrega de um atleta profissional com a vitória. Com o gancho do que ocorreu em campo, promovemos também a prática de doar sangue, que esperamos se tornar um hábito de todo brasileiro que esteja em condições do ato - explica o fundador da Play For a Cause, André Gonçalves.

Últimas