Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Atlético-MG pede desculpas a Dadá Maravilha após falta na inauguração da Arena MRV

Ex-jogador, que fez o gol que deu o primeiro título brasileiro para o clube, em 1971, postou uma dura mensagem contra o Galo; Alvinegro...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Dadá não escondeu sua insatisfação com a ausência na abertura do estádio do Galo-(Foto: Divulgação)

A festa de abertura oficial da Arena MRV, que ocorreu neste sábado (15), parece que não foi completa para muitos torcedores do Atlético-MG. Várias postagens nas redes sociais questionaram algumas ausências na inauguração da nova casa do clube. Mas uma em especial chamou mais atenção: a de Dadá Maravilha, 77 anos, que fez o gol do título do Campeonato Brasileiro de 1971, que até 2021, era o único da galeria do Galo. O ídolo e goleador não estava no evento e se queixou de não ter sido lembrado.

- Devido à minha história de ligação com esse clube, que defendi com enorme orgulho e garra, conquistando títulos, sendo o segundo maior artilheiro da história e fazendo parte de outros momentos marcantes, sem dúvidas, gostaria de fazer parte deste início de ciclo, a inauguração da tão sonhada casa do torcedor atleticano - escreveu Dadá no Instagram.

Dadá não poupou a atual diretoria do Atlético e a gestão do evento, pois ambos não o trataram como o ídolo e personagem importante para a história atleticana.

- Aos atuais gestores do Atlético-MG e equipe responsável pela organização do evento de hoje, meu mais profundo pesar. Afirmo com toda a certeza que esta não é a forma correta de se tratar um ídolo - concluiu.

Publicidade

Dadá fez 290 jogos com a camisa alvinegra, marcando 211 gols, que o levaram a ser o segundo maior artilheiro do Galo na história.

Sua ausência e de outras pessoas marcantes do Atlético chamou atenção. No evento chamado de "Nascimento do Campo", que marcou o gramado e as traves do estádio atleticano instaladas, ex-jogadores de diversas gerações foram convidados, como Vavá, Ubaldo, Luizinho, Heleno, Paulo Isidoro, Éder Aleixo, Paulo Roberto Prestes, Reinaldo, Marques, Leonardo Silva e os ex-goleiros João Leite e Victor.

Publicidade

Galo se posiciona

O presidente do clube, Sérgio Coelho, ligou para Dadá, se desculpando pelo erro do clube. A filha do ex-jogador, Raquel Berti, confirmou a ligação, disse que Dadá estará presente nos outros eventos de inauguração da arena, mas revelou que o ídolo do Galo ainda está decepcionado.

Publicidade

- Ele (presidente) ligou sim, se retratou e garantiu que no próximo evento o Dadá irá ser convidado, mas a gente sabe que isso tudo não apaga a decepção e tristeza do Dadá e da família, afinal estamos falando da inauguração do estádio do Galo.

Em nota, o Atlético deu seus motivos para não ter levado o ex-jogador no primeiro evento da Arena MRV.

"A inauguração da Arena MRV terá cinco eventos e outros grandes ídolos serão homenageados. Um desses eventos, inclusive, é o "Lendas do Galo", que será uma partida entre grandes atletas da história do Clube.

Os ídolos que chutaram ao gol são os que mais atuaram com a camisa do Atlético, com algumas exceções que não puderam estar presentes.

Os outros dois, Vavá e Ubaldo, são os ex-atletas vivos mais velhos que brilharam com a camisa do Galo".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.