Lance Atlético-MG encerra pendências financeiras referentes a Chará, Bremer e Patric

Atlético-MG encerra pendências financeiras referentes a Chará, Bremer e Patric

O clube mineiro segue seu plano de saneamento e conseguiu quitar mais dívidas, evitando processos na FIFA

Lance
Lance

Lance

Lance

O Atlético-MG anunciou a quitação de mais três dívidas relacionadas a jogadores que estavam no clube. O Galo acertou pendências referentes ao atacante Chará, que está no Portland Timbers, dos Estados Unidos, do zagueiro Bremer, que também já deixou o clube e do lateral-direito Patric, que atualmente defende o Sport-PE.

O time mineiro desembolsou o dinheiro para o Junior Barranquilla, que tinha direito a um percentual da venda de Chará para o Portland, com o Galo pagando o restante do débito, pois já havia feito o pagamento de uma parte da dívida com os colombianos.

Já no caso de Bremer, o débito era com o Desportivo Brasil, que tinha um percentual do atleta quando ele foi negociado para o Torino, da Itália. Por fim, o alvinegro também acertou com Patric, que cobrava valores atrasados do Atlético. No total, foram pagos R$ 35,4 milhões, dando mais um passo do saneamento financeiro do clube e ainda evitando processos na FIFA.

Confira o comunicado do Atlético sobre o fim das pendências financeiras

O Clube Atlético Mineiro deu hoje mais um importante passo no sentido de demonstrar a seriedade com que vem tratando e enfrentando seus problemas. O Clube informa que quitou, nesta sexta-feira, 28 de maio, dívidas na Fifa e na CNRD, referentes à compra do atacante Yimmi Chará, realizada junto ao Junior Barranquilla, da Colômbia, em 2018, e à venda do zagueiro Bremer para o Torino, da Itália, também em 2018.

CHARÁ - Foram pagos 32 milhões de reais na Fifa, referentes à contratação de Chará, já incluídos os encargos relativos aos valores devidos. O acordo foi negociado durante a viagem do Galo para o jogo contra o América de Cali, pela Libertadores, em 13 de maio. Na ocasião, o presidente Sérgio Coelho esteve pessoalmente reunido com o presidente de honra do clube colombiano, Fuad Char. Também participaram do encontro o diretor de Futebol Rodrigo Caetano, o assessor da Presidência do Galo Márcio André e o filho do presidente do Atlético, Paulo Coelho.

Graças à reunião, o Clube obteve significativa redução dos valores devidos: quase 2 milhões de dólares, entre dívida e honorários advocatícios.

“Quero fazer um agradecimento especial ao Sr. Fuad Char”, disse o presidente Sérgio Coelho. “Ele é homem de palavra”.

(Faz-se importante registrar que todas as despesas de viagem de Paulo Coelho e do assessor Márcio André foram custeadas por eles, sem nenhum ônus para o Galo, por determinação de Sérgio Coelho).

O Galo já havia pagado, em 10 de maio, 7,92 milhões de reais, na Fifa, referente ao percentual a que o Júnior Barranquilla, da Colômbia, tinha direito sobre a venda do atleta Yimmi Chará, ao Portland Timbers, dos Estados Unidos.

BREMER - Na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), foi paga a primeira de três parcelas de 2,5 milhões de reais ao Desportivo Brasil, referentes ao percentual a que o clube tinha direito sobre a venda do atleta Bremer.

PATRIC - O Atlético também quitou, nesta sexta-feira, na Fifa, o valor de 946 mil reais, referente à última parcela do acordo feito com o Osmanlispor, relativo à quebra de contrato do atleta Patric com o clube turco. O valor total do acordo foi de 3,4 milhões de reais.

Os pagamentos representam uma importante etapa cumprida no processo de saneamento das finanças do Atlético, um dos pilares da gestão do presidente Sérgio Coelho e de seu vice, José Murilo Procopio.

A iniciativa é mais uma demonstração do novo estilo de gestão que se está implantando no Clube: sério, cumpridor de compromissos, aberto ao diálogo e focado em fazer do Atlético uma referência na América Latina, dentro e fora de campo.

Últimas