Athletico Paranaense goleia o Cascavel CR e segue na briga pela liderança do Estadual

Com destaque para Bisolli e Nikão, marcando dois gols cada, Furacão se mantém nas primeiras colocações da competição 

Lance

Lance

Lance

Jogando na Arena, onde sempre é muito forte, o Athletico Parananese conquistou mais uma vitória no Estadual. E foi uma goleada. Com o placar de 5 a 1, em tarde inspirada de Bissoli e Nikão, o Furacão não deu chances ao adversário, que, por sua vez, pouco pode fazer em campo.

Com o resultado, os comandados de Dorival chegaram ao 16 pontos, ficando na 3ª colocação. Já os visitantes estacionaram na 9ª posição, mantendo seus 7 pontos.

PRIMEIRO TEMPO

Com um início arrasador, a equipe do Athletico, logo aos 3 minutos, com Nikão, abriu a contagem. Após sair da marcação adversária, o jogador bateu na saída do goleiro para fazer. 1 a 0.

Mesmo seguindo melhor no jogo, o Furacão, aos 17, acabou sendo surpreendido com o gol de empate. Em jogada individual, o atacante Rone não deu chances para os rivais e igualou tudo. 1 a 1.

Sem deixar o Cascavel respirar, aos 19, outra vez o Rubro-negro recuperou a vantagem no jogo. Aproveitando o erro de Válber, Carlos Eduardo tocou para Bissoli, que, sozinho, só completou para o fundo das redes. 2 a 1.

Recuperando a tranquilidade no jogo com o resultado parcial, os donos da casa ainda sofreram algumas investidas do Cascavel. No entanto, mostrando-se atento, o goleiro Jandrei praticamente anulou as chances do adversário até os acréscimos, levando o placar favorável para sua equipe para os vestiários.

SEGUNDO TEMPO

Iniciando a etapa final buscando o empate, a equipe visitante até conseguia explorar bem os espaços dados pelos donos da casa. No entanto, nem mesmo as substituições e investidas surtiam efeito até meados dos 20 minutos.

E as coisas complicaram de vez para o Cascavel após o terceiro tento do Athletico. Aos 21, Bisolli, de cabeça, aumentou para o Furacão. 3 a 1.

Minutos mais tarde, empolgado por ter ampliado a contagem na Arena, a equipe de Dorival chegou ao quarto gol. Aos 30, Carlos Eduardo, de fora da área, mandou a bomba para fazer um golaço. 4 a 1.

Praticamente com o jogo definido, a equipe local ainda chegou ao quinto. Aos 47, Nikão deu números finais, de peito, sendo esse o último lance do confronto.