Arnaldo acredita que Inter vai longe e Renato pode ficar 'ameaçado'

Jornalista destacou que possível título do Colorado pode complicar o treinador do Grêmio 

Lance

Lance

Lance

Grêmio e Internacional vivem boa fase em 2020. O Tricolor conquistou o título do Campeonato Gaúcho pelo terceiro ano consecutivo, enquanto o Colorado lidera o Brasileirão. Entretanto, a conquista estadual pode não salvar a pele do técnico Renato Gaúcho em caso de conquista nacional do rival.

No podcast 'Posse de Bola', o jornalista Arnaldo Ribeiro alertou Renato Gaúcho sobre a possibilidade do Inter conquistar o Brasileirão pela primeira vez desde 1979. Para o comentarista, um título do Colorado pode "ameaçar" o cargo do treinador gremista para a próxima temporada.

- Enquanto o Inter for líder do Brasileiro ele está ferrado. Só isso. Porque lá o parâmetro, é o rival. Se o Coudet continuar levando o Internacional à liderança do Brasileiro, Renatão, pode se mexer na cadeira aí. Com um detalhe, com o elenco inferior ao do Grêmio, a pressão é outra. Aí não precisa ter o Flamengo líder, o Jesus já está em Portugal, não precisa ter o Sampaoli com o Atlético, não precisa ter algum time paulista - disse Arnaldo.

- Se o Inter estiver liderando o Brasileiro e com alguma possibilidade de conquistá-lo depois de 1979, a água vai bater no pescoço (...) Perder o Brasileirão para o Inter vai ficar ruim, abrir mão do Brasileirão para o Inter, vamos ver como vai ficar, se vai abrir mão do Campeonato. O parâmetro do Grêmio é o Inter na Libertadores, eles vão se encontrar de novo, e no Brasileirão. O líder do campeonato é o teu maior rival, Renato - completou.

Arnaldo também destacou que o técnico Eduardo Coudet tem feito um bom trabalho e que o Colorado pode ir longe na competição, mesmo com elenco inferior ao Flamengo, Palmeiras, Grêmio e São Paulo.

- Eu acho que o Inter é líder com méritos. O trabalho do Coudet é bom desde o início, é um trabalho que é adaptado a cada adversário, a cada jogo, a cada circunstância, lembrando que ele perdeu o principal jogador dele, o Guerrero, com uma cirurgia de ligamento cruzado (...) Eu acho que o Inter é um time que está jogando. Ele não tem o elenco melhor que o Flamengo, que o Palmeiras, que o Grêmio, que o São Paulo, mas com esse treinador ele pode ir longe, pode continuar sonhando - finalizou.