Lance Argentina aproveita expulsão na Venezuela e vence com tranquilidade nas Eliminatórias

Argentina aproveita expulsão na Venezuela e vence com tranquilidade nas Eliminatórias

Adrian Martínez, da Seleção Vinotinto foi expulso ainda na primeira etapa

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta quinta-feira (2), a Argentina não tomou conhecimento da Venezuela e venceu com tranquilidade por 3 x 1, gols marcados por Lautaro Martinez, ainda no primeiro tempo, Joaquin Correa e Angel Correa, na segunda etapa. Os mandantes ainda tiveram um a menos, por mais de 60 minutos. No finalzinho, Soteldo marcou do pênalti o tento de desconto.

Com a vitória, a Seleção de Messi permanece na 2ª colocação, agora com 18 pontos conquistados. No próximo domingo, encara o Brasil, na Arena Corinthians. Enquanto isso, a Vinotinto está na lanterna, com 4 tentos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Argentina dona do jogo

A Argentina mesmo atuando fora de casa, tomou as rédeas da partida e foi mais presente no campo ofensivo na primeira etapa. Na primeira chegada com mais perigo, Messi recebeu na área, tentou driblar, mas foi desarmado. A bola ficou com De Paul e mandou no travessão, quase abrindo o placar. Em seguida, Di María dominou na área, tentou a batida cara a cara com Fariñez, que conseguiu fazer a defesa.

Mais tarde, a Argentina chegou com perigo novamente com Di Maria e Lautaro Martínez. O atacante da Inter de Milão aproveitou rebote em chute de De Paul e tentou finalizar de carrinho.

Expulsão e abertura de placar

Logo depois, Adrian Martínez, zagueiro que entrou no lugar do lesionado Velázquez, tomou cartão amarelo por falta forte em Messi. Mas, após ser chamado pelo VAR, o árbitro Leodán González trocou a cor do cartão e expulsou o defensor venezuelano.

Na reta final dos primeiros 45 minutos, Di Maria tentou abrir o placar, mas a responsabilidade ficou com Lautaro Martínez, que recebeu bom passe de Lo Celso, saiu nas costas da marcação e bateu cruzado para balançar as redes.

Venezuela tem boa chance, mas quem marca é a Argentina

Na segunda etapa, Messi bateu de primeira após cruzamento da esquerda, a bola ainda pegou em Di Maria. Logo depois, Lautaro aproveitou escanteio e cabeceou com perigo. A resposta da Venezuela chegou com Alex González, mas o lateral chutou por cima do gol.

A Venezuela quase empatou com um velho conhecido. Soteldo fez bom giro, bateu de primeira, a bola desviou na marcação a acertou a trave. Como quem não faz, toma, a Argentina chegou ao segundo gol, novamente com um atacante de Inter de Milão. Após bela troca de passes, Lautaro serviu Joaquin Correa, que chutou no canto direito e fez o segundo dos hermanos.

Como quem não faz, toma, a Argentina chegou ao segundo gol, novamente com um atacante de Inter de Milão. Após bela troca de passes, Lautaro serviu Joaquin Correa, que chutou no canto direito e fez o segundo dos hermanos. Messi a Dybala ainda quase fizeram o quarto. No finalzinho, Soteldo marcou do pênalti o tento de desconto.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
​VENEZUELA 1 x 3 ARGENTINA
​Local: Estádio Olímpico de Caracas, em Caracas (VEN)
Data/horário: 02 de setembro de 2021, às 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Leodán González (URU)
Assistentes: Carlos Barreiro (URU) e Martín Soppi (URU)
Gols marcados: Lautaro Martínez (46'/1T) (0-1), Joaquin Correa (25'/2T) (0-2), Angel Correa (28'/2T) (0-3), Soteldo (48'/2T) (1-3)
Cartões amarelos: Hurtado (Venezuela)
Cartões vermelhos: Adrián Martínez (Venezuela)

VENEZUELA: Fariñez; Alex González (Hernández 21'/2T); Ferraresi; Velázquez (Adrián Martínez 24'/1T) e Óscar González; José Martinez; Rincón e Soteldo; Savarino (Carrillo - Intervalo), Eric Ramírez (Villanueva 33'/1T); Josef Martínez (Hurtado 21'/2T). Técnico: Leonardo González.

ARGENTINA: Emi Martínez; Molina, Pezzella, Otamendi e Acuña; Guido Rodríguez (Dybala 36'/2T), De Paul (Palacios 29'/2T) e Lo Celso (Joaquin Correa 16'/2T); Di María (Angel Correa 16/2T), Messi e Lautaro Martínez (Papu Gomez 29'/2T). Técnico: Lionel Scaloni.

Últimas