Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Arena BaruerInter! Mesmo com derrota na Sula, Colorados tomam conta do estádio paulista

Com cerca de 4 mil torcedores, colorados dão aula de e solidariedade

Lance

Lance|Do R7

Mesmo com a derrota por 2 a 1 para o Belgrano, a torcida do Internacional deu show na Arena Barueri, nesta terça-feira (28) pela Sula.

Foi o primeiro jogo do Colorado após as enchentes que tomaram o Rio Grande do Sul e inviabilizaram a utilização do Beira Rio, casa do clube gaúcho. A última partida do clube havia sido exatamente um mês atrás, no dia 28 de abril, quando ele empatou em 1 a 1 com o Atlético-GO, em Goiânia, pelo Brasileirão.

O Lance! Betting tem apostas a longo prazo para a Seleção Brasileira em 2024! Vem conferir!

A boa do Lance! Betting: vamos dobrar seu primeiro depósito, até R$200! Basta abrir sua conta e tá na mão!

Publicidade

Com todos os custos arcados por Leila Pereira, presidente do Palmeiras e que administra a Arena Barueri desde o fim de 2023, o Inter usou o estádio paulista para mandar a partida válida pela sexta rodada da fase de grupos da Conmebol Sul-Americana. (Assista a Copa Sul-Americana no Star+!)

Cerca de 4 mil torcedores do Internacional estiveram presentes e ditaram o ritmo das arquibancadas, que também teve uma inquietante e bastante presente torcida do Belgrano. A quantidade foi próxima à carga de ingressos disponibilizados: 18 mil. A capacidade total da arena é de 31 mil, mas alguns setores não foram abertos, por questão de logística.

Publicidade

Caravanas com torcedores do Inter de diversos locais do Brasil estiveram presentes. Vindas do Rio Grande do Sul, além de Porto Alegre, a cidade de Cachoeirinha esteve representada. Cidades próximas, mas em outros Estados, como Balneário Camboriú e Florianópolis, ambas em Santa Catarina, também tiveram veículos com uma boa quantidade de torcedores colorados presentes.

Sem caravanas, mas também presentes, estiveram torcedores de cidades como Rio de Janeiro e Distrito Federal, além de gaúchos residentes em São Paulo e até mesmo paulistas que escolheram torcer para o Internacional e arrastaram namoradas, parentes e amigos, que torcem para clubes do Estado sede da partida, mas por uma noite tiveram os seus corações pintados de vermelho.

Publicidade

SOLIDARIEDADE

Muitos torcedores que estiveram na Arena Barueri levaram 1kg de alimento não perecível, que será convertido para pessoas atingidas de forma mais severa pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Uma ação foi coordenada pelo Internacional, que permitiu que aqueles que levaram as doações comprassem o “ingresso solidário”, que dava direito a 50% de desconto na entrada. Assim, ao invés de pagarem R$ 120, preço estabelecido pelo ticket cheio, eles desembolsaram R$ 60.

SEM HINO DO RIO GRANDE DO SUL

Existia a expectativa que o hino do Rio Grande do Sul fosse tocado, como forma de homenagem e solidariedade. O hábito é praxe na capital gaúcha, onde é até mesmo lei a execução antes de eventos. Porém, apenas o hino nacional brasileiro foi tocado antes da bola rolar, como é comum e também lei em São Paulo.

CONFUSÃO RAPIDAMENTE CONTROLADA

Cerca de duas horas e meia antes do jogo, um princípio de confusão foi rapidamente controlado.

Dois homens em uma moto passaram por uma das ruas paralelas da Arena Barueri balançando uma bandeira azul – não foi possível identificar se era do Grêmio, Belgrano ou apenas da cor, tanto do maior rival colorado, quanto do adversário da partida desta noite.

Os provocadores foram cercados por um grupo com cerca de 30 torcedores do Inter que partiram para cima a fim de tirarem satisfação. Porém, outros adeptos do clube gaúcho contornaram a situação apaziguando a briga.

Um dos homens na moto fugiu a pé e outro permaneceu no veículo, sendo hostilizado por alguns minutos pelos colorados, até a situação ser contornada.

Eles foram cercados por um grupo de cerca de 30 colorados, que tiraram satisfações, mas foram controlados por outros adeptos do clube gaúcho que minimizaram a briga e não permitiram que houvesse agressão aos provocadores, sendo que um fugiu correndo e outro foi hostilizado por alguns minutos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.