Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Apresentado pelo Cruzeiro, Pepa afirma: ‘a torcida tem que ter orgulho do que ver dentro de campo’

Treinador português concedeu a primeira entrevista coletiva à frente do time estrelado

Lance|

Lance
Lance Lance

Depois de ir a campo pelo segundo dia consecutivo desde a sua chegada a Belo Horizonte, o técnico Pepa foi apresentado pelo Cruzeiro e concedeu sua primeira entrevista coletiva na Toca da Raposa II, na tarde desta sexta-feira (24/3). Entre vários assuntos, o treinador português falou sobre sinergia com a torcida, explicou sobre a contratação e destacou o estilo de jogo que pretende adotar à frente do clube estrelado.

_ A torcida tem que ter orgulho do que ver dentro de campo. Não são apenas palavras e ponto final. Isso vai acontecer. Todos nós temos que vestir a camisa, porque quem estiver no campo ou assistindo um jogo pela televisão precisa saber como joga o Cruzeiro. Este é nosso objetivo: ter orgulho do time que está dentro de campo – ressaltou.

O treinador português também revelou que os primeiros contatos com a direção do Cruzeiro aconteceram há cerca de um mês e meio.

- Foi um processo demorado, mas que eu concordo e defendo. Se estivesse do outro lado, não iria querer errar no treinador. Iria esmiuçá-lo ao máximo. E isso que foi feito comigo e com a comissão técnica nos deixou cada vez mais apaixonado pelo Cruzeiro. Quanto mais víamos o Cruzeiro, mais queríamos ver. Quanto mais pesquisava ou falava com a direção, mais entusiasmado eu ficava, com a forma e a linha orientadora de trabalho. Depois, fiquei curioso se ia dar certo ou não (a negociação). Depois, outro passo, era estar aqui e no campo com os jogadores – afirmou.

Publicidade

- O conhecimento é profundo sobre o plantel – antes da minha chegada. O conhecimento de Cruzeiro é profundo – antes da minha chegada. Conhecemos a Série A e a Copa do Brasil. E uma convicção e uma ideia muito fincada com os objetivos que temos para esta temporada – completou.

Questionado sobre o estilo de jogo, Pepa comentou que gosta de atuar no 4-3-3, mas que o esquema ainda não está definido e vai levar em conta as características do elenco do Cruzeiro.

Publicidade

- A ideia é fixa e a convicção é muito grande. Mas essa ideia fixa é aberta, acima de todos aos jogadores e ao elenco. É um plantel que possui as características que atende. É uma convicção de que vamos atingir os objetivos que temos, não há nenhuma dúvida nisso. É uma linha de quatro, três médios e três avançados. Mas, mais do que falar sobre convicções ou de um passado recente, queria dizer que não está tudo fechado. Não pode estar tudo fechado. Tenho que ver as características dos jogadores e potencializá-los ao máximo – explicou.

O primeiro desafio de Pepa à frente do Cruzeiro é na próxima quarta-feira (29/3), a partir das 19h, em um amistoso contra o Red Bull Bragantino, no interior de São Paulo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.