Lance Após vitória do São Paulo, Igor Gomes fala de críticas da torcida: 'O que eles vão falar, não cabe a mim'

Após vitória do São Paulo, Igor Gomes fala de críticas da torcida: 'O que eles vão falar, não cabe a mim'

O Tricolor venceu o Santos por 2 a 1, com gols de Calleri e Luciano nesta segunda-feira (2)

Lance
Lance

Lance

Lance

Após a vitória do São Paulo por 2 a 1 contra o Santos, nesta segunda-feira (2), no estádio do Morumbi, válida pelo Brasileirão 2022, Igor Gomes falou sobre seu desenvolvimento na equipe e sobre as críticas recebidas dos torcedores.

GALERIA
> ATUAÇÕES: Calleri e Luciano decidem e garantem vitória do São Paulo no clássico

TABELA
> Confira a tabela do Brasileirão 2022 e simule os próximos jogos

Depois do jogo, a cria de Cotia, destacou o trabalho físico que o clube fez focando em seu desenvolvimento. Igor Gomes ressaltou que foi submetido a treinos de hipertrofia e está "aprendendo a jogar com o corpo".

- Eu trabalho nisso já não é de hoje, já faz 5, 6, 7 anos que eu faço hipertrofia, que eu procura aumentar cada vez minha caixa. Eu sei o quanto que, hoje, o futebol exige isso, essa intensidade, essa dedicação e eu, como já falei diversas vezes, quero ser um jogador completo. Eu sei que precisava melhorar isso, então peguei isso e estou fazendo isso virar meu ponto forte - explicou.

Ao ser questionado sobre as críticas da torcida, o atleta afirmou que não é fácil de lidar, mas que sempre busca manter seu foco. No começo da temporada 2002, Igor Gomes foi um dos maiores alvos dos torcedores devido ao seu rendimento abaixo, porém, nas últimas três rodadas mostrou uma notável melhora em campo.

- Olha, eu vou te falar que não é fácil você lidar com isso, mas, como eu falei, meu foco é no dia a dia e eu sei o que eu posso fazer e eu sei o papel que eu faço hoje, então estou muito seguro. O torcedor tem que estar aqui para bater palma e para vaiar, o que eles vão falar, se eles vão me criticar, se eles vão me elogiar, não vai caber a mim. As duas coisas tem a mesma função, o mesmo poder, que é de te parar. Eu procuro seguir sempre na mesma linha, sempre trabalhando forte - destacou.

Igor Gomes ainda completou dizendo que teve que aprender a conviver com as opiniões dos torcedores, mas destacou que está seguro do que entrega para o Tricolor paulista.

- Se as pessoas falarem que eu sou craque, eu vou continuar treinando, se a pessoa falar que eu sou ruim, eu vou continuar treinando. Então eu estou seguro do que eu sou, eu estou seguro do que eu entrego para o São Paulo, eu estou seguro do que eu posso fazer. Eu trago o que me fortalece. É claro que é muito difícil. É ruim você conviver com isso. Se você me perguntar se eu gostaria ou não, lógico que não. Mas o que não mata me fortalece - completou.

Elogiado por Rogério Ceni após a partida contra o Jorge Wilstermann, disputada na Bolívia, o meia comentou sobre as consequências de jogar em altitude e sobre a sequência de quatro jogos fora de casa que o São Paulo disputou.

- Hoje foi um caso eu senti um pouco, acho que da viagem, muito desgastado da altitude, do jogo que a gente teve lá em Cochabamba. Mas, hoje, acho que minha preparação física está excelente. O torcedor está ali para falar o que ele quiser - concluiu.

O Tricolor paulista volta a campo na próxima quinta-feira (05), contra o Everton-CHI. A partida será válida pela Copa Sul-Americana e será disputada no estádio Sausalito, no Chile.

Últimas