Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após sofrer racismo na Espanha, ex-jogador do Flamengo se pronuncia nas redes

Yago Mateus, armador do Ratiopharm Ulm, recebeu injúrias raciais em um jogo

Lance|

Lance
Lance Lance

Multicampeão pelo Flamengo, o armador Yago Mateus foi vítima de racismo em uma partida de basquete na Europa, na última terça-feira. Após ser chamado de "macaco" por alguns torcedores, o jogador foi às redes sociais e fez um longo desabafo.

- Senti na pele. E por causa da cor da minha pele. Senti aquilo que muitos sentem todos os dias, mas precisam aceitar quietos. Aquilo que alguns não querem ou fingem não ver. Tudo isso me machucou muito, uma dor que doeu diferente. É como uma ferida que abriu de repente e não vai fechar nunca mais. Nunca havia passado por isso antes, sempre me senti atingido de alguma forma quando via acontecer com os outros. Agora foi diferente, o alvo fui eu - começou.

+ Carlos Alberto é demitido da Band após ser acusado de agressão por torcedor do Flamengo

- Não é fácil entender e é impossível aceitar o que aconteceu. O racismo, a discriminação, está por toda parte, nas mínimas coisas, seja num olhar, numa atitude, num pensamento ou num xingamento. Recebi muitas mensagens de força, de apoio, e esse carinho me confortou. Carinho de pessoas que nem conheço, da minha família, da minha equipe, dos meus amigos, do meu time, de todos que repudiaram aquele ato covarde e criminoso. Racismo é ignorância. Racismo é repugnante. Racismo é inaceitável - completou.

+ Torcedor denuncia agressão de Carlos Alberto após brincadeira envolvendo Arrascaeta

Yago sofreu as injúrias raciais na partida entre Ratiopharm Ulm, time do brasileiro, e Joventut, pela Eurocup. Quando as câmeras focaram no armador durante o jogo, foi possível ver uma das autoras dos crimes proferindo a palavra "mono" (macaco, em espanhol).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.